Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





A Câmara Municipal de Mafra acaba de anunciar que não irá cobrar quaisquer licenças ou taxas de construção até ao final de 2013, numa tentativa de dinamizar a economia da região e de criar emprego. Mais a sul, em Évora, a Câmara local anunciou que não cobrará IMI sempre que os imóveis estejam localizados no centro histórico da cidade. O objectivo é mais uma vez dinamizar a região e repovoar o abandonado centro da cidade. Desde o ano passado a Câmara das Caldas da Rainha tem progressivamente baixado os impostos e taxas, com o objectivo de deixar mais dinheiro na economia local.

Em Silves a Câmara Municipal não paga às Juntas de Freguesia e Escolas o dinheiro que tem (ou deveria ter) na conta, transferido pelo Estado Central. O alcance da medida?!! Bem isso ninguém sabe… como sempre seremos a última “carruagem” e quando tomarmos medidas elas já estarão vulgarizadas e nada acrescentarão à economia do concelho. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 30.09.2012 às 04:57

O modelo de financiamento das Autarquias tem que ser repensado!
Não é com diminuição ou isenção de taxas ou como propõe a ANMP a criação de novas taxas municipais que se resolve o problema das dificuldades finançeiras das Autarquias que têm vindo a receber menos dinheiro do Estado.Nem será o aumento da factura do IMI que irá resolver as assimetrias do País.
A Troika não entende o sistema Autarquico Português e a reforma "extinção"das Freguesias deve ser de imediato suspensa porque não traz qualquer mais valia para a reorganização territorial que o Páis necessita.
A lei dos Compromissos ao impedir o pagamento dos salários dos trabalhadores das freguesias do concelho(assim o afirma Isabel Soares) de tão inibidora deve ser de imediato revogada.
Vamos lá acabar com as politiquiçes e dar a voz aos tecnicos de Administração Autarquica....
Sem imagem de perfil

De INFARMED a 30.09.2012 às 09:55

O problema resolve-se encerrando um terço das autarquias e extinguindo um terço dos postos de trabalho. O que não resolve é matar o sector privado para salvar o público, como é óbvio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.10.2012 às 01:08

Deixe lá snr. Penedo. Quando o Dro Serpa acompanhado pelo snr. Luís Ricardo, João Palma e Ricardo Adão tomarem conta disto seremos um concelho progressista

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...