Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





Fecha hoje a “Sondagem do Penedo”. Aqui ficam os resultados obtidos através da votação dos internautas que visitam o blog. O meu muito obrigado a todos os que participaram nesta votação, independentemente de concordarem ou não comigo.

Bem sei que esta sondagem não terá muito que ver com os resultados finais. Mas também sei que, dos 3 grandes candidatos, ninguém está convicto da vitória. A democracia não é um sistema prefeito… “em democracia quem lê os jornais tem o mesmo número de votos de quem limpa o rabo com eles”. Dia 29 muitas variáveis estarão em jogo:

- Castigará o povo o (des)governo?

- Castigará o povo o bloco central?

- Aumentará a abstenção?

- O voto em branco será massivo?

Em boa verdade sobre estes temas apenas podemos especular. Em tempos normais, perante estas circunstâncias, o PS, de Fernando Serpa, ganharia sem qualquer margem para dúvidas. No entanto essa hipótese é, no quadro actual, apenas a que reúne maior probabilidade.

Na minha opinião Armação de Pêra vai decidir estas eleições. Se Rosa Palma conseguir ter valores recorde por lá, será a próxima Presidente de Câmara. À primeira vista Paulo Vieira parece ser um bom trunfo do PS, por certo terá uma excelente votação e poderá almejar a ser o próximo presidente de junta, levando por arrasto muitos votos para Fernando Serpa. Rogério Pinto terá um duro teste em Armação, parece-me que os mosquitos, o lixo e as praias interditas estão demasiado presentes na memória dos armaceneses. Somando uma derrota, ou uma “vitória de Pirro” em Armação, com as mais que certas derrotas em Silves (PS) e Messines (CDU), Rogério Pinto está, na minha opinião, fora da corrida.

Além de ter sido quem primeiro começou a campanha, quem mais gastou na campanha e quem teve maior apoio das cúpulas do Partido, o candidato do PS soube escolher bons candidatos (Fátima Matos, Luís Coelho, José Vítor Lourenço, João José, Paulo Vieira, Ricardo Guerreiro)… na mesma medida em que Rogério Pinto arriscou soluções pouco ortodoxas (Anabela Lourenço, Ricardo Pinto, Luís Reis). Já a CDU, que tem o meu voto e simpatia, apresenta uma grande lista à Câmara Municipal e à Assembleia de Freguesia de Messines, mas deixa muito a desejar noutras freguesias, arriscando perder Silves e baixar consideravelmente a representação na Assembleia Municipal.

Surpresa, ou talvés não, foi o BE. Fez uma campanha original, revigorante e fiel às suas origens. Apesar de não ser, na minha opinião, uma hipótese para vencer as eleições, passará por eles a decisão final... e mais importante do que isso, estão lançadas as bases para outros voos nas próximas "campanhas" eleitorais em Silves.

Foram várias semanas de pré-campanha e de campanha eleitoral. Foram inúmeras as informações e contra-informações a circular. Os candidatos bateram-se bem. Todos. Independentemente das intenções, todos apresentaram uma estratégia. Houve momentos tristes, houve momentos de humor, houve momentos de tensão… mas há vida depois das autárquicas. Daqui a algumas semanas, passadas as azias e azedumes da derrota, as coisas voltarão ao normal.

Amanhã é dia de reflexão. É isso que devemos fazer. As palavras que Joel Belchior, o actual líder da JS Silves, partilhou com os seus seguidores no Facebook merecem ser aqui repercutidas:

“CONFIANÇA NA MUDANÇA porque AGORA SILVES, DA SERRA AO MAR será um melhor concelho. Queremos MAIS SILVES, SEMPRE O MAIS POSSÍVEL onde se esteja a TRABALHAR SEMPRE para o progresso deste concelho. E isto só se consegue com o teu voto.

Portanto, dia 29 vai votar!”

Para rematar, e antes do comentário de Domingo, apenas dizer que assumo tudo o que aqui escrevi. Não gosto de quem não gosto, pelas razões que invoco para não gostar. Se estivesse calado era mais um, mas como falo arrisco-me a ser um alvo fácil. A minha primeira professora de jornalismo ensinou-me uma vez uma frase de Voltaire que me ficou para sempre: “Não concordo com uma palavra do que dizes, mas defenderei até à morte o teu direito de dizê-las.” Por isso sempre aceitei todos os comentários e tive o cuidado de manter a máxima: o meu blog é para quem quiser ver, não irei impor a minha opinião a ninguém. Sou tolerante, mas, por favor, não me mandem calar…

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Sonia Oliveira a 28.09.2013 às 00:09

Aquele abraço e não deixes de ser quem és, apesar de às vezes não concordar contigo! :)
Sem imagem de perfil

De Hélio Santos a 28.09.2013 às 01:43

Paulo, tu, ao menos, revelas as tuas sondagens, depurando as votos duplicados, outros candidatos, revelam apenas gráficos do excel, sem provar se as percentagens aí postas são mesmo aquelas que vem na alegada sondagem que foi feita! 
Sem imagem de perfil

De Olha a pomba a 28.09.2013 às 02:21

Há um ditado que diz \"diz-me com quem andas e eu digo-te quem tu és\".
(ainda bem que não andas com o Serpa...)
És um idealista que segue os seus sonhos e ideais.
Ao contrário de muitos não te pões em bicos de pés à procura do \"tachinho\".
Grande abraço e que, com opiniões com as quais por vezes concordo por vezes discordo, o Penedo Grande siga de \"vento em poupa\".

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...