Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





Numa altura em que tanto se fala de desejos o meu desejo para o país neste ano de 2014, que agora começa, era que Portugal tivesse um “Partido que fosse Socialista” e um “Partido que fosse Social-democrata”. Isso é que era.

Os dois partidos políticos que em Portugal usam as siglas PS e PSD nada mais são do que grupos de interesses e negócios, autênticas máquinas de corrupção, compadrio e exploração do país. Tudo o que, agora, sofremos na pele podemos agradecer a essas obsoletas máquinas. Aliás, o “comando das máquinas” ilustra bem o vazio desses partidos: de um lado o pior líder do PS que alguma vez recordo, numa altura em que o país precisava do melhor de sempre; do outro lado mais um “jótinha” inócuo, com o desígnio de deixar às grandes corporações um país mais atraente às custas do povo…

Precisávamos mesmo de gente nova e descomprometida, para que daqui a alguns anos não estejamos a fazer sacrifícios ainda maiores. Bom 2014!

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De António Duarte a 18.01.2014 às 23:23

Não é bem assim. Pelo lado esquerdo o percurso tem um labirinto, e muita gente vai parar ao sítio errado...

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...