Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds



Tinham quarto reservado na Estalagem mas optaram por ir ao Teatro primeiro...

 

 

 

Diz a Zabelinha que é desta que a Estalagem de São Marcos arranca… Sempre são uns bons milhões de euros “dados” pelo “amigo” Durão que lhe vão dar votos a pontapé.

Com a Estalagem tapa-se os olhos às pessoas e dá-se a esperança de que “aquilo” possa funcionar. E há-de funcionar, pelo menos durante uns meses, até “alguém” se queixar que está a pagar ordenados, leasings, “factorings”, letras… e… dinheirinho que é bom… nem vê-lo! Não quero desanimar os mais optimistas mas, se pensarem um “pouquinho”, vão perceber que, em São Marcos da Serra, abrir uma estalagem ou um stand da Rolls Royce é a mesma coisa. O tipo que “torrou a massa” no Palácio do Trigo sabe do que estou a falar.

Não tem nada a ver com a freguesia ou com as pessoas. Tem a ver com tudo o que falta fazer antes da fase da estalagem. Tem a ver com o facto de a 15 minutos de carro existir uma vasta e competitiva oferta de alojamento.

Esta é a minha opinião, quero que aqui coloquem outras e que me façam mudar de ideias (se conseguirem). Quero o melhor para São Marcos e o melhor nesta altura era – por exemplo - gastar o dinheiro da estalagem a mandar para o terreno técnicos e pessoal especializado que pudesse motivar e ensinar as pessoas a aproveitar correctamente os Fundos Comunitários destinados à reflorestação. É fácil ficar sentado num gabinete a queixar-se que ninguém tem ideias quando quem tem as terras e a disponibilidade para as rentabilizar não faz “ideia” do que se está a passar. É fácil dizer que em São Marcos não há iniciativa quando não se cumpre o trabalho de levar a “oportunidade” aos que dela precisam.

A dita estalagem há-de ser outro “elefante branco” deste executivo – tal como o Teatro Gregório Mascarenhas – que vai ficar para a posteridade como mais uma megalomania da presidente. Este executivo prima pelo investimento em entretenimento e alojamento para “forasteiros” e em festas e festarolas. Quiçá inspirados nas “orgias” romanas…

O Pedro Ramos (actor desta terra) que me perdoe – e ele às tantas até concorda comigo – mas Silves não tem massa crítica, ou humana, para um Teatro daquela natureza, tal como São Marcos não tem infra-estruturas nem motivos de interesse que justifiquem a estalagem. E mesmo que tivessem, tantas coisas havia onde empregar melhor o dinheiro…

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ainda tem mais esta... Se o não ganha os "comerciantes" de cocaína, heroína e derivados vão ganhar mais uma fonte de rendimento apetecível...

"Se não podemos impedi-lo vamos torná-lo seguro, legal e raro." - disse Bill Clinton sobre a temática da despenalização do aborto nos EUA, em 2004.

A despenalização do aborto não pode ser confundida com a legalização do mesmo. Apenas nós, a Polónia, Malta e a Irlanda penalizamos as mulheres pela prática de abortos ilegais. Será que todos os outros estão errados?!

Não será o aborto um atentado à vida quando feito numa clínica espanhola ou numa barraca da Chamusca?! Não entro em demagogias, voto SIM!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Coloco aqui o meu texto publicado no Terra Ruiva deste mês. Vou reproduzi-lo na íntegra mas gostava de fazer uma ressalva, para evitar mal entendidos.

Sou, e serei, adepto da preservação do ambiente e do património. Respeito profundamente todas as organizações e entidades que fazem destas causas as suas bandeiras e acredito que o respeito pela natureza e o progresso podem ser compatíveis. Só não sou é submisso e sei que o “fundamentalismo” também anda por estas áreas. Em suma, o que motivou este texto foi a desconsideração e insolência a que muitas vezes os algarvios – os “serrenhos” mais ainda – estão sujeitos.

Às vezes penso que deveria existir um movimento cívico para nos proteger dos ambientalistas e “fanáticos” pelo património. Não estou contra estas instituições – até concordo com grande parte das causas – mas acho que tudo tem limites e que o bom censo é muitas vezes ultrapassado. A que propósito vem isto?! Eu explico…

 

Encontrei na Internet um artigo de opinião cheio de “patacoadas” sobre o Algarve, os algarvios e a nossa zona serrana. Não via tamanho monte de “alarvidades” desde que, há muitos anos atrás, uma fulana – hoje residente no concelho, mas na altura lisboeta dos 7 costados – me disse que nunca deveria ser feita a auto-estrada para o sul porque aquilo que atraia os turistas era o “atraso” da região. Segundo ela as carroças puxadas pelas mulas e o isolamento eram as imagens que melhor descreviam o Algarve e lhe davam toda a “mística” – seja lá o que isso for. Escusado será dizer que a minha vontade foi “apertar-lhe o pescoço”. Mas voltemos ao artigo que motivou estas linhas. Dizia o autor, identificado com as iniciais CC e auto-denominado ambientalista, que “por motivos ecológicos nem se pode colocar a hipótese de a Pescanova poder vir a ter autorização governamental para instalar uma nova unidade de aquicultura na região algarvia”. Não satisfeito prossegue escrevendo que “é urgente proibir toda e qualquer alteração, que não seja a recuperação fiel, nos imóveis localizados na serra algarvia e nas aldeias serranas”. Fala ainda da necessidade de “congelar o PDM (Plano Director Municipal) de todos as povoações situadas na linha costeira”. Remata afirmando que “para poder impedir a extinção espécies como o lince ibérico importa dizer não a todos os projectos que possam interferir com o frágil meio ambiente serrano”.

 

Como devem calcular “fiquei para não ter vida”! Só faltou sugerir incentivos fiscais aos algarvios que procurassem outros algarvios para procriação… Choca-me como é que alguém pode ser tão egoísta ao ponto de olhar para uma região e querer fazer dela uma espécie de “reserva índia” para que, depois, possa cá vir observar as espécies no seu habitat natural (nem ponho a hipótese de este, ou esta, CC ser do Algarve). A maior parte dos leitores há-de concordar comigo aos outros só quero deixar algumas questões:

 

Porque raios os ambientalistas só sabem dizer onde não se pode fazer as coisas?! Podiam arranjar uma associação diferente. Uma que nos dissesse “aqui não mas ali sim!” Se fosse por eles ainda estávamos à espera de “alternativas” para a A2 e continuávamos a ter mortos às centenas no IP 1. Eu sei que tínhamos salvo 232 “piscos de asa branca”, 175 “patinhas” e 37 “ecalavardos”, mas valeria a pena?!

 

E quanto à arquitectura serrana?! Será que alguém de bom senso pensa que as pessoas viviam com famílias inteiras em casas de 40 m², com 1,7 m de pé-direito, sem pilares e com qualidade de construção duvidosa porque era “chique”?! Imaginem alguém que nasceu e viveu numa destas casas, alguém que toda a vida trabalhou para melhorar a sua qualidade de vida com a ambição de ter uma casa melhor, maior e mais bonita. Agora expliquem-lhe que tem que deixar a casa tal e qual está para que os turistas possam passear-se pela serra e exclamar: -“UAU! Como conseguiam eles viver nestas casas?!”

É até um contra-senso numa época em que há cada vez mais e melhores arquitectos tentar lutar para que se conservem casas desenhadas com um “pedaço de carvão” por quem não sabia ler nem escrever.

 

Sobre o “congelamento” do PDM (o PDM é como a “vodka”, por mais frio que esteja nunca congela) sou obrigado a concordar que foram feitas muitas “atrocidades” na nossa costa mas acho que ainda vamos muito a tempo de resolver o problema. A costa é importante para os algarvios e olhando para regiões como a “Côte d’Azur” é possível perceber que se pode construir grandes e prósperas cidades ao mesmo tempo que se preserva a beleza da região.

 

Para finalizar temos o lince. Quem é que já viu um lince ibérico?! Quase arriscava dizer que ninguém. Até há quem ponha a hipótese de o lince não passar de um “gato ibérico” - com as orelhas e o rabo devidamente aparados pelo dono – fotografado num dia de nevoeiro por um observador de cegonhas. Arranjem-me provas de que ainda há linces na serra algarvia e eu apoio a defesa da espécie (com limites porque primeiro está a preservação do bicho homem na serra). Até lá justificar o “chumbo” de projectos de desenvolvimento com o “lince ibérico”, o “veado andaluz” ou o “urso tropical” tem o mesmo valor.

 

Esta semana fico por aqui. Decidi aceitar o conselho do Dr. António Guerreiro e escrever artigos mais curtos e com menos informação. A propósito saúdo o seu prometido regresso às páginas do Terra Ruiva e deixo-lhe também uma sugestão: Não esqueça quem são os leitores deste jornal e o que esperam de si.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fui jantar, bebi, discuti… O tema foram os Fundos Comunitários a que a agricultura em Portugal vai ter direito até 2013. Quem está por dentro do assunto sabe que foram introduzidos novos critérios para atribuição dos fundos (a juntar às centenas já existentes).

No meu entender bastavam dois critérios para ter a certeza de que o tipo estava de facto interessado em gastar o dinheiro na agricultura:

Artigo 1Os proponentes aos fundos comunitários devem fazer prova de que possuem, há mais de 3 anos, um jipe topo de gama,
Artigo 2Os proponentes aos fundos comunitários devem fazer prova de que são proprietários, há mais de 5 anos e com o IMI pago, de um (ou mais) apartamento(s) no Algarve (ou em qualquer outro destino turístico nacional),

E estava feito… em duas linhas…

PS – Vim à net antes de ir para a caminha à procura de novidades sobre a Assembleia Extraordinária de Armação de Pêra. Dá-se “alvíssaras” a quem me informar das peripécias da noite…

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gostava que lessem este comentário deixado num blog vizinho sobre o caso da menina que tem 2 pais e duas mães. 

Antes que me perguntem o porquê disto no meu blog, eu respondo: Para vos provar que em Portugal a opinião pública perdoa todas "as trafulhices" e "irregularidades" desde que se crie um herói ou um "coitadinho" por quem sentir pena (o problema é que raramente o "coitadinho" o é realmente).

Quero deixar claro que não é a minha opinião, até porque ainda não meditei muito sobre este assunto, mas é uma opinião bastante lúcida e fria sobre os factos deste processo. Há aqui gente muito perspicaz e esclarecida que vai entender onde quero chegar.

Cá vai:


Revolta-me.

Não entendo o que se passa e isso faz-me confusão.

Como é possivel que os media se tenham unido todos a favor da causa, sem qualquer opinião contra? e para mais, ainda com a colaboraçao da mulher do Mário Soares!

Não entendo!
Quem quer adoptar uma criança, espera anos e anos, e este, só pk foi a mãe a entregar lhe a criança, tem logo direitos?

Então, que sejam as mães, todas as mães, a entregar as crianças, não é?

Olhem só o que se poupava em tempo para a adopçao e nos serviços q tratam do assunto!

Alias, então porque se leva tanto tempo a investigar as pessoas q querem adoptar?

Afinal, a mae que entregou a filha, fez essa investigaçao num abrir e fechar de olhos apesar de nao ter qualquer especializaçao para o fazer.

Que diabos! Num país onde grassam os raptos dos filhos feitos pelos conjuges desavindos e em situaçao de divorcio, e que nunca mobilizaram ninguem, apesar dos muitos esforços nesse sentido

Aparece agora uma tao grande - e espontanea - adesao a uma causa que nao tem qualquer suporte legal visto que, nem mesmo existe uma adopção, ou um projecto legal de adopçao????????

Até porque o pedido de adopçao foi indeferido no tribunal de primeira instancia ha dois anos, o senhor agora condenado é que nao acatou a decisao!

Passamos a defender o fazer justiça por proprias maos à medida de cada um???????????

Juro, que isto me revolta!

(E, coisa estranha! até tenho medo de sofrer represalias, so porque tenho opiniao contraria!)”

Rosário Marques

Autoria e outros dados (tags, etc)

Aconteceu há 2 anos…

"O Tribunal de Guimarães anunciou hoje que o caso do "saco azul" de Felgueiras vai a julgamento. A presidente da Câmara de Felgueiras, Fátima Felgueiras, é acusada de 23 crimes e já disse à RTP que estará presente no julgamento.

A juíza de instrução Marlene Rodrigues decidiu levar a autarca a julgamento, juntamente com os restantes 15 arguidos, e manter também a medida de coacção aplicada à autarca - a prisão preventiva, decretada pelo Tribunal da Relação do Porto em 2003 e que levou a principal arguida a fugir para o Brasil.

Em declarações à RTP, a autarca defendeu que "a justiça teve hoje uma boa oportunidade para corrigir esta injustiça", referindo-se ao processo contra si. Felgueiras voltou a descredibilizar a investigação e defendeu o fim de investigações, iniciadas com denúncias anónimas e "criminosas".

Sobre as decisões do tribunal, Fátima Felgueiras classificou a medida de coacção aplicada como "ilegal, senão mesmo inconstitucional". A ex-autarca disse que a medida tem dois objectivos: impedir a sua defesa e impedir que cumpra o seu mandato na autarquia de Felgueiras.

Fátima Felgueiras acusada de 23 crimes

O despacho do tribunal mostra que das 28 acusações produzidas pelo Ministério Público, caíram cinco acusações de crimes de corrupção passiva, ficando assim a autarca obrigada a responder por 23 crimes.

A presidente da Câmara é acusada de cinco crimes de participação económica em negócio, quatro de abuso de poderes, três crimes de prevaricação, dois de peculato, um de peculato sob a forma continuada e dois de peculato de uso, sob a forma continuada.

A arguida era acusada de 11 crimes de corrupção passiva: cinco de corrupção passiva para acto ilícito e seis de corrupção passiva para acto ilícito, não sendo ainda claro quais os cinco crimes de corrupção passiva que já não fazem parte da acusação.

Através do "saco azul" de Felgueiras terão sido pagos, segundo a acusação, 267 mil euros para uma campanha eleitoral do PS e adquirido um automóvel Audi para a autarca no valor de 28.500 euros.

Dos 785 mil euros em que a presidente terá lesado a Câmara que dirigia, 680 mil foram desviados por sua exclusiva responsabilidade e os restantes 105 mil em co-autoria com o seu antecessor, Júlio Faria, numa altura em que Fátima Felgueiras era vereadora."

In Público - 17/03/2005

O cenário nesta altura parecia bem negro, vejam no que deu... e acautelem-se. Se querem de facto salvar o concelho o caminho não é o de confiar na justiça (infelizmente)... sejamos realistas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não me lembro de acontecimento tão explosivo no Algarve desde o célebre Beira-Mar de Montegordo vs Messinense que acabou com a nossa subida de divisão. Pelo meio todo o batalhão de Operações Especiais de GNR do distrito.

 

Falo-vos, meus caros, da Reunião Extraordinária da Assembleia Municipal de Silves que se vai realizar já na sexta-feira na vila de Armação de Pêra. A coisa promete e não seria demais ter de prevenção o tal grupo de GNR’s. Se pensam que é exagero meu reparem na mistura explosiva e nos embates que se advinham:

 

1 - Isabel Soares e seu staff vs Carneiro Jacinto e seus pares

2 - Promotores Imobiliários vs Ambientalistas

3 - Ambientalistas vs Proprietários dos terrenos

4 - Proprietários dos terrenos que ficam de fora vs Isabel Soares

5 - Vereadores da Oposição vs Isabel Soares

6 - Cidadãos de Armação A vs Ambientalistas

7 - Cidadãos de Armação B vs Promotores Imobiliários

8 - João Bartolomeu vs Isabel Soares

9 - Isabel Soares vs Cidadãos de Armação

10 - Cidadãos Anónimos vs Carneiro Jacinto e seus pares

11 - Cidadãos de outras freguesias vs Isabel Soares

12 - Isabel Soares vs Inspector da PJ infiltrado

13 – BMW vs Jaguar

 

Ai está uma chave imprevisível, ainda assim a minha aposta é a seguinte:

 

1 – 2

2 – X

3 – 1X2

4 – 2

5 – 2

6 – 1X

7 – 2

8 – 1

9 – 1X2

10 – 2

11 – 2

12 – 1

13 – 2

 

Duas triplas, 1 dupla, 48 apostas...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esta tinha que partilhar com todos os que por aqui passam. Há muito tempo que acho que o grande problema dos politicos de Silves é que querem dar-se bem com toda a gente. Para mim é mais fácil lidar com os inimigos do que com os falsos amigos....

Voltaire dixit:

"É triste não ter amigos ???
Ainda mais triste é não ter inimigos.

Porque, quem não tem inimigos, não tem:

... talento que faça sombra,
... carácter que impressione,
... coragem para que o temam,
... honra contra qual murmurem,
... bens que lhe cobicem,
... coisa alguma que invejem..."

E "mái" nada...

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Câmara de Silves continua a aprovar loteamentos e novos blocos de apartamentos em Messines. Para aqueles, como eu, que querem ver Messines crescer e ganhar força esta deveria ser uma óptima notícia, no entanto olho para ela com alguma desconfiança.

É inevitável um abrandamento no sector da construção civil. Temos 10 milhões de habitantes para cerca 5 milhões de casas habitáveis!!! Prevê-se que a tendência de perder habitantes continue nas próximas décadas!!! Mas continua-se a construir…

Para vender estas casas é preciso atrair novas pessoas para a vila... Como é que se consegue isso sem emprego, sem infra-estruturas básicas e sem planeamento urbanístico que torne - pelo menos à vista – Messines mais bonita??! Parece-me difícil, não acham?! A futura prisão não há-de ter assim tantos guardas. E os presos não hão-de querer comprar "apartamento" na zona...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tijolo de esquerda...

 

Na continuação do “post” anterior quero fazer-vos uma pergunta… Já sei que vou ter uma “carrada” de “citações” de alguém anónimo muito ofendido, mas ainda assim vou escrever porque estou no MEU “blog”, estou identificado e vivo num país livre onde todos podem ter a sua opinião.

 

Que sentido faz o Bloco de Esquerda concorrer a eleições autárquicas??!! Expliquem-me!!!

 

Ora bem, principais causas (???????) o casamento entre homossexuais!!!, a adopção de crianças por casais homossexuais!!! (note-se que grande parte da comunidade "Gay" não se revê sequer na esquerda) aulas de romeno e ucraniano nas nossas escolas para que os emigrantes se sintam mais integrados!!!! se não acreditam abram este ficheiro… Eu próprio – que me considero uma pessoa aberta a novas ideias – fiquei preplexo!!! Quem é esta gente??!!! Que ideias e inovações podem trazer para Silves?!!

 

Olhemos então para as pessoas por trás do partido… O que descobrimos?!! Uma “amontoado” de “burgueses” a brincar aos operários… É de abrir a boca!! Já pensaram bem nisto?!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds