Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds



A morte de mais um conterrâneo no cruzamento Messines – Algoz marcou a actualidade da vila. Pela primeira vez, desde que me lembro, os messinenses saíram à rua e manifestaram o seu descontentamento de forma bem vincada. Tudo teria sido perfeito não fosse a “traição” do presidente da Junta de Freguesia.
 
Convidar Isabel Soares para a mesa principal da reunião de cidadãos foi um erro grave que apenas pode ter duas interpretações daqui para a frente:
 
A-    Foi consciente e é caso para o PS Silves repensar a escolha dos seus candidatos à Junta de Messines.
B-    Foi inconsciente e é caso para os messinenses repensarem o seu sentido de voto nas próximas eleições.
 
Quem esteve na Junta de Freguesia na noite de 26 de Novembro assistiu a uma enorme “farsa” que contou com o alto patrocínio do presidente da Junta e, por arrasto, daqueles que, como eu, se empenharam em conseguir muito mais daquela reunião.
 
Era expectável que, sabendo da reunião, a presidente da Câmara aparecesse por sua iniciativa tentando defender-se e usar os seus argumentos. O que não era expectável para mim era ver a senhora presidente na mesa principal com a estratégia, politicamente brilhante, de transformar uma “manifestação” num “comício”. Por ingenuidade – pelo menos assim quero acreditar – o José Vítor caiu como um “patinho” no truque que muitos presidentes de Câmara usam sempre que correm o risco de sair mal tratados de uma reunião deste género. Bastou a Isabel Soares pôr a máquina partidária a funcionar e encher a sala da junta de apoiantes muito antes das 21 horas. Isso obrigou a que, todos os que foram com o intuito de manifestar o seu desagrado, tivessem que ficar na rua sem ouvir nada do que lá dentro se passava.
 
Lá dentro era o “paraíso” com Isabel Soares à vontade para desfolhar os “ofícios” que trouxe de casa perante os aplausos da sua “claque”. Cá fora as pessoas, sem saberem do que se falava, julgavam que a construção da rotunda até já teria começado tais os aplausos “entusiasmados” que ouviam. Em suma: uma “palhaçada” que envergonhou todos os que acreditaram que iria mudar alguma coisa e que podiam contar com o poder politico. Ficou mais uma promessa de um “ofício” com carácter de urgência igualzinho a todos os outros que seguiram por carta registada na semana a seguir a cada uma das 12 mortes que ali já ocorreram.
 
O positivo de tudo isto, para além da mobilização espantosa das pessoas, foi o espírito que vi em quase todos. Pela primeira vez começo a acreditar que um “Movimento de Cidadãos” pode tomar o poder autárquico a acabar com os atropelos sistemáticos a Messines e aos messinenses.
 
Resultou ainda desta noite a minha decisão de levar o Penedo Grande mais além. Pelo menos até que aquele cruzamento tenha a solução que nos permita dormir descansados. Bem sei que me vão acusar de incoerência mas, como já aqui disse noutras ocasiões, apenas procuro ser coerente com a minha consciência. Vão ter que levar comigo mais uns tempos…

Autoria e outros dados (tags, etc)

...

22.11.07

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fim da linha

03.11.07

Caros leitores… amigos… camaradas… inimigos,

 

Escrevo-vos este post para anunciar o final do Penedo Grande.

 

Durante 2 anos aqui fui depositando os textos que escrevia para o Jornal Terra Ruiva e, a partir de determinada altura, de forma mais permanente, uma série de “arabiscos”, “patacodas” e “biatites” sobre tudo e coisa nenhuma. Achei que seria importante haver uma comunidade virtual forte em Silves e por isso dediquei algum tempo a incentivar e a fomentar este, e outros, blogs. O Penedo Grande nunca teve nenhum interesse escondido nem nunca foi conduzido ou manipulado por ninguém. Nunca foi um blog de “peso”, nunca foi importante, nunca foi sequer capaz de, por si só, tirar o sono a alguém. Cumpriu, portanto, todos os objectivos a que se propós.

 

O que realmente importa é que hoje a comunidade de bloggers do concelho de Silves está mais rica. A oposição à “monarquia” está forte e motivada. Não tarda chega o período “pré-eleições” autárquicas e o “cheiro de poder” encarregar-se-á de encher a web de novos blogs, de novos bloggers, de anónimos, pseudónimos e heterónimos. As discussões vão aquecer, os comentários vão ser mais que muitos, as visitas vão disparar. Enfim, nova "forma de vida" à vista...

 

Quem me conhece sabe que, há mais de 4 anos, não vivo em Messines. Sabe também que as minhas visitas à vila são cada vez mais raras. Perde-se o contacto e perde-se também a sensibilidade para os assuntos que realmente são importantes para a comunidade. A par disso, profissionalmente, tenho estado mais absorto que nunca no projecto empresarial em que participo e apresentam-se-me novos desafios e oportunidades que me retirarão o pouco tempo de que ainda disponho.

 

Para já continuarei a participar no Terra Ruiva com a “coluna” que a Paula Bravo me atribui mensalmente. Provavelmente com outro tipo de assuntos… Tentarei também ajudar no Irredutíveis Serrenhos porque São Marcos da Serra precisa de voz na blogosfera. Mais não prometo, nem devo fazer.

 

Quero agradecer a todos os que por aqui passaram. A todos os que “linkaram” o Penedo Grande. A todos os que comentaram, bem ou mal, os meus posts. Obrigado, passei boas horas na vossa companhia, aprendi muito e diverti-me bastante.

 

Mesmo a terminar gostava de desejar boa sorte ao Dr. Manuel Ramos e ao Dr. Carneiro Jacinto na luta que ai vem. Os dois sabem bem como eu penso: importante, importante… é destronar Isabel Soares e devolver a esperança e a coragem às pessoas.

 

R.I.P.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds