Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds



Nasceu um novo herói
 
Winston Churchill disse que a “democracia é a pior forma de governo… à excepção de todas as outras já experimentadas.
 
Tenho fé que outra forma de governar uma nação aparecerá de futuro, quiçá uma que entregue certas decisões a máquinas… retirando de cima de homens, e da sua falibilidade e irracionalidade, parte dos destinos do mundo. Mas, enquanto isso não acontece vamos vivendo neste cenário de promiscuidade e compadrios entre os dois partidos que dominam a cena politica nacional. A lógica de uma “mão lava a outra” e de “eu fecho os olhos aqui se tu fechares ali” impera.
 
Aquilo que Marinho Pinto disse hoje na RTP é o que todos já sabemos, o que todos pressentimos e o que diariamente nos chega em surdina aos ouvidos. Faz-me lembrar o tempo em que os “engenheiros” das escolas de condução “roubavam” 30 contos a quem quisesse passar no exame, ou em que os notários (ironia do destino ao que chegaram os notários) enchiam a barriguinha “extorquindo” dinheiro a quem precisava dos seus serviços em tempo útil. Toda a gente sabia e todos estavam dispostos a aplaudir quem na altura “os tivesse no sítio” para denunciar essas situações… ninguém o fez, pelo menos da mesma forma como Marinho Pinto agora fez.
 
Provavelmente tudo isto não dará em nada porque é quase impossível “mexer” a fundo nesta “nova monarquia” a que fomos submetidos pelo PS e PSD… nesta fachada democrática que protege sempre os mesmos, qual reis e príncipes em regime de rotatividade, mas uma coisa é certa: Marinho Pinto hoje deixou o país mais sereno e mais tranquilo, como se nos tivesse “desentalado” da garganta coisas que há muito nos apoquentavam e tinham que ser ditas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Após a visita regular aos blogs do concelho ocorrem-me duas considerações:
 
2008 não vai ter Carnaval em Messines – É no mínimo curioso. Certamente os Amigos de Messines terão as suas razões – e até posso adivinhar que a torneira seca da CMS há-de ter alguma coisa a ver com isso – mas não se compreende… Quando se tinham que importar as “brasileiras” para o Carnaval de Messines havia tempo e dinheiro… agora que as “brasileiras” vivem em Messines todo o ano e aceitam desfilar de graça acaba-se com o Carnaval?!!!! Fico a aguardar as explicações, que certamente vão surgir… não fossem os Amigos de Messines maioritariamente compostos por gente de bem que se dedica apenas pela terra.
 
Parquímetros em Messines – Li no blog do Dr. Manuel Ramos e fiquei perplexo!!! Está explicada a politica rodoviária que a CMS e JFM tem seguido nos últimos tempos… haviam interesses por trás. Sinceramente espero que, os mesmos “bandidos” que assaltam as casas e vandalizam os automóveis por toda a vila, sejam capazes de mandar para a sucata todos os parquímetros que por lá sejam instalados. O trabalho que tem sido feito em Messines nos últimos anos empurra as pessoas para outras paragens onde não existem parquímetros e em compensação existem jardins, parques infantis, zonas de lazer, cuidados urbanísticos e qualidade de vida.
 
“Corja” de inúteis que só servem para dificultar a vida às pessoas ao mesmo tempo que enchem o “cu de dinheiro”…

Autoria e outros dados (tags, etc)

Turistas - “Foi porreiro, pá!” – disse um armacenense para outro depois de assistir, no terraço de um prédio, ao fogo-de-artifício em “stereo” com que a autarquia silvense presenteou a sua vila “jóia da coroa” no último “reveillon”. Abençoada Câmara (e isto vale para todos os que lá estiveram) que deixou construir prédios altos o suficiente para que os habitantes pudessem assistir, em simultâneo, aos fogos de Albufeira e de Portimão, criando assim o efeito “stereo” que já referi. Podemos ainda acrescentar um “sub-woffer” materializado nos tiros de caçadeira que vinham da serra de Monchique. Tudo previsto pela sempre atenta presidente de Câmara de Silves.

Deixando de lado as brincadeiras, mas continuando no campo do ridículo, importa perceber porque razão Armação de Pêra não tem um programa de fim de ano à semelhança de todos os outros destinos turísticos do Algarve. Ainda tenho fresca na memória uma entrevista da senhora presidente que apontava o turismo como o grande “motor de desenvolvimento” do concelho para os próximos anos e prometia investimentos da autarquia na captação de turistas. Não fossem os investimentos privados, verdadeiras ilhas num oceano de erros e lapsos, e Silves seria hoje a antítese do Algarve que temos em redor.

 

Políticos – Se há coisa que me irrita são aqueles políticos que fazem questão de manter boas relações com todos os seus adversários, nem que para isso tenham que atraiçoar os seus amigos e apoiantes. Dizia Frederico II da Prússia, um dos maiores estrategas militares de sempre, que “os cobardes atacam mais depressa um amigo do que um inimigo” e Voltaire completa o raciocínio quando afirma que “É preferível não ter amigos do que não ter inimigos. Porque, quem não tem inimigos, não tem talento que faça sombra, carácter que impressione, coragem para que o temam, honra contra qual murmurem, bens que lhe cobicem, coisa alguma que invejem.”

Isto a propósito de alguns autarcas do nosso concelho que continuam a achar que o importante é “prestar vassalagem “ à Câmara Municipal para garantir umas “migalhas de pão” e uns convites para as “festarolas”. Esquecem-se que se os eleitores quisessem “boas relações” entre as juntas e a câmara o PSD tinha ganho em todas as freguesias.

 

Anfíbios – Parece que pelo menos uma das “bandeiras” eleitorais de Isabel Soares vai ser cumprida: o Arade vai voltar a ser “navegável” até Silves ainda este ano. Falta apenas dizer que tamanha proeza em nada se deve ao Governo ou à Câmara Municipal de Silves. Deve-se apenas e só à imaginação do homem e a um invento dai decorrente chamado “veículo anfíbio”. Para quem não sabe um veículo anfíbio circula na água e em terra com a mesma facilidade e resulta da aplicação civil de uma tecnologia militar.

Parece que já estou a ver a baixa ribeirinha de Silves toda “engalanada”, à espera do “barco” que vem de Portimão “carregadinho” de turistas, na viagem inaugural e a presidente da Câmara com um eloquente discurso sobre os ofícios e diligências que fez para tornar possível tamanho acontecimento. E assim vai o nosso concelho quando já estamos em 2008…

In."Jornal Terra Ruiva" - Janeiro de 2008

Autoria e outros dados (tags, etc)

Não, não é Miami... é Armação de Pêra.


Acabo de tomar conhecimento de um estudo sobre o imobiliário do Algarve que mais uma vez coloca Silves numa posição isolada face a todos os outros concelhos do Algarve, pelas piores razões.

Armação de Pêra é a única freguesia costeira do Algarve onde as valorizações imobiliárias estão estagnadas, sendo que apenas a freguesia de Pêra apresenta valorização ao nível de Albufeira, Quarteira ou Olhos de Água. Tudo o resto em Silves parece estagnado e parado no tempo ou, nos casos de Messines e São Marcos, condenado a uma desvalorização já este ano.

Bem sei que a conjuntura europeia e mundial empurra as freguesias do interior para esta situação, mas também sei que mesma conjuntura seria responsável pelo alargamento do fosso entre a linha de costa e as outras localizações não fosse o “miserável trabalho” deste executivo em Armação de Pêra. Fica à consideração do JJJ e dos armacenenses mais esta “pérola”. Até aposto que a “Adelina Capelo” dirá que Isabel Soares, verdadeira princesa do povo, contribui assim para que os seus munícipes mais pobres possam comprar casa junto ao mar ao mesmo tempo que “lixa” os “ricalhaços” que esperavam mais-valias dos seus investimentos.

Bom ano a todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds