Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds



67 pessoas assinaram a petição a favor de uma Coligação de Esquerda em Silves. Se analisarmos a coisa na proporção do número de eleitores tivemos maior adesão que a petição pela Esquerda Unida em Lisboa… é obra!

 

Sabíamos que seria praticamente impossível conseguir a coligação. Infelizmente a nossa política autárquica é movida por “interesses” que nada “interessam” à população e ao concelho. Falhamos, mas pelo menos tentamos.
Resta-nos agora assistir ao que se segue. “3 senhoras” disputam a câmara e apenas uma delas merece da opinião pública o chamado “benefício da dúvida”. A candidata da CDU é uma “refrescante” novidade neste concelho e o nome de João Estevens na Assembleia Municipal, a apoiá-la, promete complicar as contas às outras duas… pelo menos em Messines. Até lá teremos tempo de ver quem merecerá o nosso voto “útil”…
Por cá, dizem, teremos as mais renhidas eleições para Presidente da Junta de que há memória. José Vítor está “desgastado” perante muitos e vê pela frente um candidato da CDU que promete “agitar as águas” ao mesmo tempo que, do lado do PSD, se promete a maior surpresa destas eleições com um independente e insuspeito nome a avançar de “laranja” ao peito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

 “Integridade - vem do latim integritate, significa a qualidade de alguém ou algo ser íntegro, de conduta recta, pessoa de honra, ética, educada, imparcial, brioso, pundonoroso, cuja natureza de acção nos dá uma imagem de inocência, pureza ou castidade, o que é íntegro, é justo e perfeito, é puro de alma e de espírito.” - Com este excerto da “Wikipedia” vos introduzo a este novo post.

Numa altura em que, de forma pouco surpreendente para mim, magistrados e políticos foram metidos no “mesmo saco” pela opinião pública (o saco dos “inúteis”) sinto-me bem em ser dos que olham para o copo e o vêem sempre “meio cheio”. Quero dizer com isto que sou daqueles que acredita que a integridade é uma característica fundamental de um homem. Aqueles que pensavam (e diziam) que o “povão” era “tapado” e não ligava a esses “pormenores” hoje “enfiam o rabinho entre as pernas”.
Apareceram sondagens que colocavam o nosso sistema democrático no “fundo do poço” e de imediato uma série de “atingidos” se manifestou. Diziam eles que não entendiam o porquê de tal opinião pública em relação ao nosso sistema democrático. Eu, um simples observador, posso explicar-lhes o porquê…
O maior erro cometido por todos aqueles que acreditavam que tudo estava bem foi pensar que “a memória do povo é curta”. Meus senhores: a memória do povo não é curta. As alternativas é que são “curtas”. Se determinado assunto deixou de andar na boca do povo, isso não significa que esteja esquecido. Essa é verdade.
Quando (e em Silves vamos ter disto em breve) uma pessoa, conhecida pela sua oposição ao “regime instalado”, resolve aceitar a proposta desse mesmo regime para integrar as suas listas em cargos importantes não podem esperar que o “povão” ache que a “coisa” é normal. Os incautos cairão na “esparrela”, cuja dimensão será inversamente proporcional ao tempo que falta para as eleições. É por isso que estes “artistas” esperam pelo “último momento” para anunciar as suas intenções… assim não haverá tempo de a opinião pública se formar. O certo é que, mesmo ganhando a curto prazo, o preço a pagar será alto e ainda havemos de ver o “personagem” arrependido e a “chorar pelos cantos”.
Por mim apenas vos digo: posso ser “incoerente”… mas sou íntegro. Já recebi convites de algumas pessoas (e de outros tantos projectos políticos) para “colaborar” nas próximas autárquicas. Recusei, e vou recusar, todos. Uns foram mais simpáticos que outros (alguns foram mesmo obscenos e ofensivos), mas agradeço todos. Acontece que a minha posição está tomada: apenas com Carneiro Jacinto ou numa Coligação de Esquerda podiam contar comigo na frente do “touro”. De outra forma limito-me a “apoiar” o “meu PS” e a “correr por fora” contra este “regime”.
Tenham, por favor, integridade e não me convidem para mais nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Hoje quero falar-vos da Escola “Primária” de São Bartolomeu de Messines. Recebo com alguma regularidade mensagens de pais a alertar-me para a falta de condições da escola e para o abandono a que tem sido vetada pela Câmara Municipal de Silves.
Já aqui tinha relatado a frequência com que as crianças se viam privadas de vários materiais necessários (o facto até levou algumas empresas a doar papel higiénico a algumas escolas). Desta vez relato outros factos, que ilustro com algumas fotos.
As casas de banho estão degradadas, com os urinóis entupidos e com deficiências na canalização que se traduzem nas poças de “água e urina” em todo aquele perímetro. A maioria das torneiras estão avariadas e as fechaduras das portas estão estragadas há mais de 3 anos. Sei que por parte do quadro docente tem havido inúmeras tentativas de resolver o problema, os ofícios enviados já são mais que muitos mas, infelizmente, “os putos” não votam e nem tão pouco tem consciência dos riscos de saúde que correm.
Também já me alertaram para crianças que passam necessidades nesta altura de crise e para o total alheamento da CMS face a essas situações.
Estava “prometida” há mais de 4 anos, e divulgada nos tais outdoors pagos com o nosso dinheiro, uma nova escola primária em Messines. O facto é que nem a nova escola será construída tão cedo, nem a “velha” será adaptada aos tempos modernos. Coisas do nosso concelho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds