Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





 

A visita Dra. Isabel Soares a Messines, para inaugurar o Museu do Trajo e o Jardim Municipal (ou, como eu lhe chamo, Jardim Perigo de Morte), fez lembrar a visita de um presidente americano às suas tropas estacionadas num país inimigo… foi uma visita "relâmpago", "secreta" e rodeada de "fortes medidas de segurança".
Demonstra isso que a senhora sabe bem que terrenos pisa. Sabe que os messinenses têm razões de sobra para questionar o seu trabalho e sabe que esse trabalho foi mal feito, ao ponto de nem sequer procurar explorá-lo em época de eleições, preferindo convidar a “trupe laranja” para garantir segurança e “palmadinhas nas costas”. Caberá por isso ao próximo presidente de câmara (nem que isso leve 20 anos) reconhecer Francisco Vargas Mogo e reconstruir o espaço, dando-lhe a dimensão e qualidade que Messines merece.
Do lado da CDU os candidatos à junta e à câmara trabalham com afinco para recuperar a desvantagem com que se apresentaram para esta corrida. Já vi flyers do João Carlos Correia e os cartazes da Dra. Rosa Palma (com muito melhor “ar” do que nos outdoors que circularam na net) já estão por todo o concelho. Na rua comenta-se que “poderá ser uma surpresa”.
O PS perde o gás, caindo no erro, de muitos partidos em autárquicas, de “correr como um louco” no início para terminar “esbaforido” e sem acção para nada. Comenta-se na vila que as atitudes “menos éticas” da Dra. Lisete Romão, ao procurar usar o seu posto na sociedade civil para apelar ao voto, podem custar-lhe caro. Somos um “pequeno concelho” onde todos se conhecem e, apesar do que muita gente pensa, os silvenses não são “burros” ou “atrasados”. Diz-se também que alguns membros das suas listas se sentem postos de parte e são os primeiros a colocar em causa a capacidade da líder, manifestando descrença em relação ao resultado final destas autárquicas.
Ainda no PS, não deixa de ser curioso que o Programa Eleitoral “escarrapachado” no site da candidata seja totalmente virado para os idosos, como se fossemos um concelho “com os pés para a cova”. A opção é disputar o eleitorado “fiel” de Isabel Soares em vez de procurar conquistar o eleitorado descrente que engorda, ano após ano, os números da abstenção.
Quanto ao BE, sabe-se que apresentou ontem as suas listas mas pouco mais tem saído para fora. É aguardar para ver o que nos reserva o Engº Carlos Cabrita e como pretende comunicar com as pessoas nesta recta final.

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

Sem imagem de perfil

De INFARMED a 05.09.2009 às 03:20

Amigo Paulo
O PS Silves sabe que todos os velhinhos de Silves passam o dia na internet, vai dai resolveu destacar no seu site o Programa de Apoio à Terceira Idade. São os génios do marketing da Lisete que acham o outdoor um brinco e não enxergam a merda de campanha que estão a fazer.
Sem imagem de perfil

De favas contadas a 05.09.2009 às 09:20

Assusta-me o excesso de confiança com que alguns candidatos se encontram para estas eleições, relembro o excesso de confiança de José Viola no ano em que perdeu para Isabel Soares e de José Vitor quando perdeu para José Manuel Alves.
Isabel Soares está demasiado confiante ( como José Viola).
E José Vitor repete o erro de há oito anos.
Amigos nem tudo são favas contadas, e existe ganhar e perder.
Um pouco de modéstia e bom senso não faz mal a ninguém.
Sem imagem de perfil

De Barrak Abana a 05.09.2009 às 12:13

Penso que a explicação para o facto de o PS realçar o apoio aos idosos é óbvia. Se não reparem:
As duas principais figuras da lista do PS são Lisete Romão e Fernando Serpa. A Lisete Romão é mestrada em sexología, defendeu a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, defende o uso do preservativo, o ensino da educação sexual nas escolas. O Fernando Serpa é membro da Opus Dei, teve um papel activo contra a despenalização da IVG e, de acordo com a organização a que pertence, será contra o uso do preservativo, contra o uso da pílula, contra o sexo antes do casamento e penso que até será daqueles que acham que o sexo serve, unicamente, para procriação. Em suma, são duas posições antagónicas.
Ora, qualquer partido que tenha uma politica de apoio à juventude terá, obrigatóriamente, que ter em atenção os temas atrás referidos, pela sua importância, e não é dificil imaginarmos a confusão que sería, entre os nº 1 e 2 do PS, relativamente aos diversos temas que têm, sobretudo, a ver com a sexualidade na adolescência.
Mesmo relativamente ao direito à igualdade das mulheres, basta tomarmos atenção ao "tratamento" que lhes é dado pela organização religiosa Opus Dei (lembrem-se da política de recrutamento do BCP quando lá estava Jardim Gonçalves, membro destacado da referida organização, só integrando quadros femininos quando começaram a comprar outros bancos, na impossibilidade de despedirem as funcionárias dos mesmos), para concluírmos que se trata de mais uma diferença de opinião relevante dentro do PS Silves.
Ora das duas uma, ou o Dr. Fernando Serpa está no partido errado, ou não bate "a bota com a perdigota" e estamos perante um "pseudo-futuro executivo" que de convergente não tem nada e está, devido às divergências, condenado ao fracasso.
Sem imagem de perfil

De Arménio Catatau a 05.09.2009 às 22:04

Detesto responder a gente desqualificada e ainda por cima anónima, mas não posso deixar passar em claro mais um chorrilho de acusações cobardes contra o Dr. Fernando Serpa. Não é relevante para Silves e para as suas gentes o facto desse grande líder ser membro da Opus Dei. Isso deveria ser encarado como uma vantagem dada a influência que o grupo tem e pode oferecer a este concelho.
Por certo a Lisete Romão saberá isso, tal como sabe que sem o brilho de um grande político e estadista nunca conseguiria ganhar estas eleições. A pluralidade é uma característica do PS e o Dr. Serpa não é o único membro socialista da Opus Dei. Messines deveria ajoelhar-se e prestar homenagem ao homem que tem defendido a terra nos paços do concelho em vez de andar a alimentar esperanças de lá colocar uma pseudo-comunista sem eira nem beira de quem apenas podemos esperar asneiras e omnipresença.
Sem imagem de perfil

De Barrak Abana a 05.09.2009 às 23:48

Sou desqualificado mas não desmentiste nada do que foi escrito! Então eu escondo-me no anonimato, e tu? Chamas-te Arménio Catatau? Ou será Arménio Serpa ou então Fernando Catatau? Não sejas assim tão brincalhão que a Opus não aprova esse tipo de postura.
Sem imagem de perfil

De Cão Guru a 06.09.2009 às 00:03

Nada melhor que um pseudo-socialista para chamar pseudo-comunista a alguém.
Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 06.09.2009 às 04:39

Cara Catatua desta vez foste longe de mais,desta forma só consegues manchar a imagem de quem pretendes defender
e talvez nem ele saiba destas tuas brincadeiras parvas que só alimentam inutilidades de pseudo intelectuais frustados
Sem imagem de perfil

De Tânia Mealha a 07.09.2009 às 02:30

Acho imensa piada à sua falta de consciência política, cívica, etc.
O senhor simula uma personagem denominada "Arménio Catatau" e depois vem dizer que Messines "deveria ajoelhar-se e prestar homenagem ao homem que tem defendido a terra nos paços do concelho em vez de andar a alimentar esperanças de lá colocar uma pseudo-comunista sem eira nem beira de quem apenas podemos esperar asneiras e omnipresença".

Omnipresença e asneiras é o que se espera de uma oposição PS ausente, sem conduta coerente, sem um projecto definido, com pessoas que possuem agendas diferentes para o Concelho. Gostava que me dissesse que actos é que o PS Silves tomou que defendessem a freguesia de S. B. de Messines e o Concelho de Silves. Entre o PS Silves e o PSD Silves o que me parece é que mudam as personagens mas a vontade de governar qual Rei é a mesma. Motivo que explica as múltiplas votações favoráveis às políticas de Isabel Soares, e as abstenções (para não tomarem posições que podiam custar os votos do eleitorado) que também permitiram o estado em que o concelho se encontra durante estes 12 anos. Votações que posso enumerar até porque constam das actas das Assembleias, pena é que o público em geral prefira ir à feira em vez de entender em que feira é que se encontra.

Mais, alguém que acha que Messines devia ajoelhar-se assemelha-se bastante a Isabel Soares que gosta de feiras medievais e reinar como se vivêssemos nessa altura, em que uns eram cidadãos de primeira e outros cidadãos de segunda. A população deve curvar-se a ninguém. Deve sim demonstrar a sua vontade, seja ela qual for, e não a um homem que isto não é nenhuma monarquia, mas sim uma república. Infelizmente ainda há homens e mulheres, famílias que tentam governar como noutros tempos, com vontade e com tempo tal há-de findar. Já para não dizer que segundo fundamento da moral o socialismo e a Opus Dei não casam bem. São contrárias. Uma é progressista e tende ao desenvolvimento do homem (socialismo) e a outra é baseada no bastião de uma empresa, Igreja, que ao longo dos séculos tentou que o povo não evoluísse ao ignorar os avanços da ciência, torturando, manipulando com a "palavra de Deus" aqueles que não aprenderam a questionar o mundo onde vivem, perseguindo os que tinham ideias e ideais diferentes. Mais logo só falta vir para aqui defender que a Maçonaria e a Opus Dei também ligam muito bem!!!!!!!!!!!!!!? Realmente enquanto o mundo se ajoelhou a uma empresa que até fundiu as suas datas "católicas" com as tradições pagãs para assim as assimilar e fazer desaparecer, não evoluímos muito... essa era outra discussão.

Isto tudo para dizer que se sente a necessidade de se ajoelhar faça-o, mas com integridade e respeitando os valores que aqui defende, dando a cara. Porque segundo me parece a Igreja ensina que não devemos esconder as nossas intenções, e nem nos devemos ajoelhar quando nos confessamos se de facto não estamos arrependidos.
Sem imagem de perfil

De O Incrivel Hulk a 05.09.2009 às 19:49

Barrak Abana tu calado és uma casa cheia.
Sem imagem de perfil

De Barrak Abana a 05.09.2009 às 23:50

E tu a falar és uma casa vazia.
Sem imagem de perfil

De Arménio Catatau a 06.09.2009 às 20:13

Quando o PS ganhar a câmara, no dia 11 de Outubro, começarão a ter razão para estar preocupados. O povo escolherá o Dr. Fernando Serpa e a Lisete Romão, disso não tenho dúvidas. Até lá gozem a vossa insignificância e atirem todas as pedras que conseguirem. Não voltarei a rebaixar-me comentando neste pardieiro de oportunistas e mercenários.
Sem imagem de perfil

De Tonnyy a 07.09.2009 às 02:50

Olha como ordenas os candidatos, a ordem não é essa, não estás na Opus Dei! É Doutora Lisete e dr. Fernando.
Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 07.09.2009 às 05:58

Finalmente ganhas-te algum juizo apesar de te despedires de uma forma parva...
Sem imagem de perfil

De Tonnyy a 07.09.2009 às 12:15

Que fiz agora Manuel?
bjs
Sem imagem de perfil

De toutatopar a 12.09.2009 às 01:44

Caro Dr. Arménio Catatau,
Como leitor deste "...pardieiro de oportunistas e mercenários", não posso ficar indiferente às sua palavras. Sigo a carreira do Dr. Fernando Serpa ainda desde os tempos de Coimbra...e não me recordo de qualquer preocupação com o bem comum que possa legitimar aquilo que dele se tem escrito (leia-se abonatóriamente).
Mas vamos ao que interessa:
- A primeira pessoa na história da humanidade a falar dele próprio na 3ª pessoa foi Júlio César. Comparações? talvez na crueldade...
- A próprosito de César, mais própriamente de sua mulher, é que não basta sê-lo, há que parecê-lo.
Agora a sério. É preciso não ter sentido critico e memória curta para enaltecer uma pessoa que nada fez aquando da sua passagem pela câmara como vereador.
Face ao atraso que o concelho apresenta vamos pensar em pessoas que pretendam servir e não servir-se do municipio, tentando assim minorar os efeitos das politicas danosas seguidas até agora. Saibamos reconhecer a competência para lá das idiologias partidárias.
Até sempre, dr.

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...