Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





Esquecimentos...

30.09.09

 

Parece que o site “oficial” de Lisete Romão se “esqueceu” do Jantar de Apresentação da equipa de José Vítor à Assembleia de Freguesia de Messines que se realizou no dia 25 de Setembro no Restaurante “O Petisco”. Quem acusa a candidata do PS de ser uma fotocópia de Isabel Soares tem, pelo menos neste caso, motivos para a comparação: ambas demonstram bem o respeito que têm pela freguesia de Messines.
Não sei a que se poderá dever este “esquecimento” mas arrisco um palpite. Será porque nesse mesmo jantar, onde a candidata do PS prometeu construir umas piscinas municipais em Messines, as pessoas se esqueceram de a aplaudir?! Quando José Vítor falou foi aplaudido de pé por todas as pessoas da sala. Quando João Ferreira falou a esmagadora maioria das pessoas aplaudiu. Mas, quando Lisete Romão falou nem um terço da sala “bateu palmas”!! Terá sido por isso?!!!!
A propósito destas eleições autárquicas o António Guerreiro escreveu mais um excelente artigo, desta vez na edição On-Line do Terra Ruiva. Basta clicar.  

Autoria e outros dados (tags, etc)


14 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.10.2009 às 11:02

Bom dia
Relativamente ao seu comentário importaria fazer um esclarecimento. O site da candidatura do PS aos orgãos autárquicos do Concelho de Silves é um site de TODOS os candidatos. O jantar de José Vitor não foi ainda divulgado nos site porque o formato noticioso implica a utilização de fotos que ainda não foram entregues pela nossa equipa em Messines, certamente porque nesta fase estão em intensa campanha eleitoral e ocupados em conseguir a mais que merecida reeleição.
Lamento e registo a tendência no seu discurso para a fragmentação partidária quando aquilo que se pretende de supostos militantes ou simpatizantes é precisamente o contrário.
Sem imagem de perfil

De Força Paulo a 01.10.2009 às 11:21

O contrário?! Tem a certeza?! Então como explica os "convites selectivos" feitos para as listas e as imposições feitas pela "dupla de dois" a alguns cabeças de lista?! Isso não será também fragmentar o partido?! Houve tempo para fazer aquele comentário patético de que em Silves as legislativas resultaram numa vitória extraordinária para o PS (quando na realidade foi uma catástrofe), mesmo sem foto, e não há tempo para colocar na página que se apresentaram as listas à maior freguesia do concelho, com uma sala a abarrotar (mais de 300 pessoas para uma previsão de 200)?! Para mim isto é que é fragmentar o partido! Força Paulo, continua a denunciar estas situações porque já vi que doem mas contribuem para subir a fasquia do partido em Silves.
Sem imagem de perfil

De Antonio Mendes a 01.10.2009 às 12:08

Sim, Paulo. Esquecimentos há muitos!
Tentei não comentar aqui, a tua mudança de opinião, todos os teus esquecimentos, pra poderes apoiar o Zé Vítor. Mas fica difícil..
Porque é k não assististe na passada Terça, o debate promovido pela AlgarveFm entre candidatos à junta no Auditório da Caixa Agrícola? Talvez te pudesse ter sido esclarecedor da "obra feita" k se resume aos caminhos exteriores a Messines e à sua "Notável Fogueira de Vaidades" k pôs o nome da vila nos jornais!
Pena k os Messinenses cá dentro não tenham sido agraciados com a sua magnifica experiencia de autarca. A arrogância com k se dirigiu no auditório aos Messinenses k se opunham à sua manif de cultura (se agora vaidade tem esse nome, enquanto alguns messinenses passam as passas do algarve nesta crise!!).. merecia estar no YouTube.. para saber como vocês, socialistas, descascavam mais esta fava!
No caso da perigosidade do jardim publico, apesar de viver a menos de 50m, os seus óculos estavam embaciados.. No caso das Lamas, parece k só ele defendeu Messines. E ainda ficamos a saber k chamará os messinenses sempre k qualquer coisa nos ameasse.. Ah Ah Ah! Toda a gente bem viu, quem ele chamou primeiro naquela famosa primeira reunião na junta, após a morte do Paulinho. Nunca se tinha visto tanto silvense pronto para aparecer para a camaras, isso sim!
Conclusão: Quem mente ao povo, não tem desculpa possível. E quem o defende, tem ao menos, k dar razões à sua consciência para isso..
Cumprimentos.
Imagem de perfil

De Paulo Silva a 01.10.2009 às 13:07

Estimado António,
Não sei onde foi parar a tua grande veia democrática, às vezes até estranho algumas coisas que dizes.
Para começar devo dizer-te que não mudei de opinião. Continuo a achar que Messines poderia ter outro tipo de presidente de junta, mas dos 4 que concorrem a estas eleições nem hesito em apoiar o Zé Vítor. Porque compensa com empenho e dedicação algumas falhas que tem, porque conhece como a palma da mão uma freguesia maior que o concelho de Albufeira, porque criou a primeira junta de freguesia profissional deste concelho, porque é moderado e sabe aceitar as críticas que lhe fazem, porque (e aqui eu também enfio o barrete) sabe bem que o conflito nem sempre é a melhor forma de resolver os problemas, porque em 4 anos teve 10 dias de férias, porque começa o dia às 7 da manhã e acaba quando “Deus quiser” sempre ao serviço da junta. Mudar de opinião seria dizer que o melhor seria Sicrano e agora apoiar Beltrano.
Não duvido das capacidades do João Carlos Correia (nem tão pouco das de Joaquim Gonçalves) e se vier a ser ele o eleito não será por mim que não terá condições para fazer o seu trabalho com tranquilidade. Digo mais, ganhe quem ganhar podes ter a certeza de que o meu espírito será cumprimentar e desejar boa sorte ao vencedor na primeira oportunidade que tiver.
Em relação aos teus textos neste blog (que são muito bem vindos) denoto que não tens bem a noção do que é e de que recursos dispõe uma Junta de Freguesia!! Se calhar merecias mesmo fazer parte de um executivo para ver se valorizavas um bocado mais o trabalho dessas pessoas.
Eu não quero mudar o sentido do teu voto, nem tenho poder para isso. Mas ainda tenho o direito de dizer no meu blog que apoio quem quiser. Como sabes tenho amigos de quem muito gosto que estão (ou apoiam) as listas da CDU, podes perguntar-lhes se alguma vez me ouviram criticar ou argumentar contra as suas opções?!! Nunca o fiz! Da mesma forma todos eles respeitam as minhas ideias, por muito parvas que lhes possam parecer (e admito que às vezes parecem). Assim é que é bonito, amigo António.
Após as eleições gostaria de falar contigo e propor-te um desafio. Tenho a certeza de que vais gostar e aceitar prontamente.
Um abraço amigo,
Sem imagem de perfil

De ana a 02.10.2009 às 14:57

Pois Sr Paulo estas com pena do Ze que levante-se as 7 H, pois esse é o problema dele, pois apartir do momento que ele é nomeado presidente de junta tem que ter trabalho. È pago por isso, com o dinheiro de todos nos que trabalhamos e que fazemos descontos. Pois tirou 10 dias de ferias em 4 anos, eu trabalho a 13 anos e ainda nao tive ferias e nao e por isso que ando por ai a dizer. Nao tirou que tira-se.Dizes que o Ze V. é moderado e sabe aceitar as criticas que lhe fazem , pois isso e mentira devias de ter estado presente na ultima assembleia da junta que ja nao tinhas essa opiniao , na proxima nao faltes.
Sem imagem de perfil

De Aprente Toninho a 01.10.2009 às 22:58

Antonio, meu caro Antonio, nem devias de ter falado do debate. Eu estive como tu presente no debate, e de todos os 4 candidatos o mais fraco foi o Joao. Eu até pensava que ele pescava alguma coisa daquilo, mas no debate deu para ver as ideias que vao naquela cabeça.

Só aquela do entregue a chave disse tudo. É preciso olhar bem para as competencias de uma junta e depois ai sim prometer o que pode ou nao fazer.

Um candidato a uma junta que promete habitação social, das duas uma, ou esta no gozo, ou nao conhece o orçamento e as competencias da junta de freguesia o que acho ser o caso.


Dos 4 candidatos a junta, apenas o Ze Vitor é que percebe daquilo verdade seja dita. E até acho que o Joao é o que menos perceb do assunto, pelo menos pela forma como falou e pelo que prometeu fazer.


Sem imagem de perfil

De Messias a 02.10.2009 às 01:26

Lamentavelmente não deixaram o João Carteiro apresentar todo o seu programa para a freguesia de Messines. Foi mais uma usurpação de tempo que o centrão fez ao PCP com a complacência de João Cardoso e Paula Bravo.
Se tivessem deixado falar o rapaz saberiam que do seu programa para a freguesia constam itens como:
- Subir as reformas dos velhotes em 50%
- Aumentar o subsídio de desemprego em 40% para os residentes do concelho,
- Aumentar em 120% o Abono de família
- Limitar o custo da imperial a 50 cêntimos em todos os cafés e bares da freguesia
- Nacionalizar a Caixa Agrícola,
- Nacionalizar o Teófilo,
- Nacionalizar o Tóine Zé dos pneus,
- Nacionalizar a clínica do rio,
- Nacionalizar o Intermarché,
- Privatizar os Bombeiros Voluntários,
- Marcar 260 dias de greve para professores e funcionários públicos,
- Oferecer uma estátua de Mário Nogueira para o jardim municipal,
- Mudar o nome da Rua da Liberdade para Avenida Álvaro Cunhal,
- Proibir este blog e todos os outros que não sejam da autoria da Tânia Mealha,
- Mudar a bandeira do freguesia para fundo vermelho com foice e martelo amarelos,
- Expulsar o padre e todas as beatas,
- Atribuir licenças para coffee-shops e liberalizar o consumo de drogas,
- Fazer da Amorosa uma aldeia gay de referência
Estes são apenas os principais. Depois ainda têm a lata de dizer que o rapazola não tem ideias?
Vota certeiro, vota no João Carteiro.
Sem imagem de perfil

De Chill-out a 02.10.2009 às 11:32

Se o amigo não compreende Português como é que pode criticar o programa de quem quer que seja?
De reivindicar a construção de habitação social até construir habitação social vai uma grande diferença, que se torna curta para quem, como você, pretende diminuir quem está à volta do "grande José Vítor". Este "grande estadista" é o tal que das oito promessas que fez há quatro anos só cumpriu duas ou três.
Já que o meu amigo é tão crítico aconselho-o a ler o programa do PS de 2005 e então sim pode tirar as suas conclusões. No entanto estão aqui os pontos em que falhou:

1. Criar um gabinete de apoio ao empresário;
2. Criar um gabinete de apoio ao cidadão nas áreas jurídicas e fiscais;
3. Criar um parque empresarial, que facilite a integração de empresas na Freguesia e a consequente criação de postos de trabalho;
4. Rever o ordenamento de trânsito na Vila;
5. Adaptar as escolas desactivadas para espaços de lazer e de apoio aos idosos e à infância.

Chamo a sua atenção para o parque empresarial. Também não me parece que caiba dentro do orçamento de uma Junta de Freguesia!

A prestação do João não foi boa? Não, não me parece que tenha sido. Assim como a do Joaquim! Mas faz-me lembrar a 1ª vez que tive de falar para um auditório com trezentas e tal pessoas! As palavras ficam agarradas não sei bem onde, e o discurso torna-se um bocado sofrível.
O José Vítor está mais à vontade a falar em público, mas não me parece que seja isso que define um bom ou mau presidente de junta!
Deixo-lhe esta pequena história para que possa reflectir um pouco!
Um individuo entra numa loja de animais e pede um canário que cante bem. O dono da loja diz que tem um que canta maravilhosamente e o freguês compra o dito canário.
Passados uns dias regressa à loja e diz: "O senhor enganou-me, realmente o canário canta maravilhosamente, mas coxeia duma pata! ao que o dono da loja responde "mas então o senhor quer o canário para dançar ou para cantar?"

Mais do que ter uma boa representação em público é necessário ser activo, ou mesmo reactivo, mas sobretudo saber ouvir as pessoas, saber lidar com opiniões diferentes da nossa e mesmo com a crítica, sem ter uma atitude arrogante, autoritária e sobranceira, como o "seu" presidente vem tendo de há cerca de dois anos a esta parte.
Ser democrata não é vestir um lindo fato no dia 25 de Abril com um cravo na lapela, mas sim ouvir e aceitar as opiniões dos outros.

Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De Antonio Mendes a 02.10.2009 às 01:14

É curioso k em qualquer dos comentários, nunca rebatem os meus argumentos.
Paulo respondendo às tuas questões.
Devo dizer k este mundo de politiquices, enoja-me tanto como há 20 anos, aquando da minha 1ª participação na política de Messines. Porque está cheio de pessoas k fazem “politica de interesses privados”, cheias de mesquinharia (isto há em todos os partido), não fossem elas assinarem com “nicks”, k nunca contribuíram em nada a não ser para o maior atrofiamento da vila. No entanto, acham k o tempo delas ainda é válido. Se bem te lembrares, muito ironizei com elas nos bons tempos d”O Estravanca”.
Passaram os anos, a vila fechou-se à passagem de outros, o comércio definhou, os jovens abalam em catadupa, chegam imigrantes e habitantes ocasionais k logo se vão.. Messines é apenas um dormitório!
Messines está mais velha e abandonada. Os velhos só tem os pólos da universidade sénior (cruzamentos da igreja e da estrada de S.Marcos) para estar, os jovens já não passeiam a vila à noite. Os cafés estão mais vazios à noite, não existe animação fora as actividades promovidas pela Casa do Povo e pouco mais.
Dizem-me agora k a culpa é apenas da Zabelinha. Pois! Pois!
Ora, eu continuo com a mesma inteligência mordaz embora com menos pachorra! Muitas vezes não fico bem visto, PORQUE A MINHA CONSCIÊNCIA SOCIAL NUNCA FEZ “POLITIQUICES”. Não me permito esse luxo, de compactuar com as elites de Messines. Ironizo até com quem gosto (como é o teu caso Paulo), porque sei que esse não é o caminho.
Temos vinte ou trinta anos de “alegre convivência” com os políticos da C.M. Silves, (cujo relacionamento é como com os espanhóis, nem bom vento..) e o resultado é sempre o mesmo: Lixa-se o mexilhão messinense.
Curioso é k certas figuras de Messines também tenham lá estado, e em vez de arcar as culpas, tentam reclamar louros!
Também o Zé Vítor faz parte do sistema há uma vintena anos. Mandar circulares e esperar pela Virgem, não é resolver os problemas. Eles estão cá à vista de todos! Aliás, para além da falta equipamentos e de qualidade de vida de nossas gentes, o pior é que a vila está porca e suja.
Não posso desmentir a boa vontade do Zé Vítor e da Lurdinhas.. Mas até a moderação do presidente, só se vê nos casos em que devia nos defender com “unhas e dentes”, porque quando lhe pedem explicações na Assembleia de Freguesia, a sua cortesia fica em casa!
Resumindo isto tudo: Quando NÃO SE FAZ PARTE DA SOLUÇÃO, faz-se parte do problema. Assim será ontem, hoje e amanhã.

Nota1: Quando contesto a tua opinião, não contesto o teu voto, nem te falto ao respeito. Mas o k opinas aqui, tem a responsabilidade de ser lido, e portanto a necessidade de ser rebatido porque (como tu mesmo me levas a crer) tem mais a ver com o teu desejo de triunfo partidário do k em méritocracia do actual presidente de junta.
Nota2: A quem me comenta, ao menos “tenham tomates” para me rebater com nome próprio, diria eu em bom algarvio. Assim não demonstravam tanto a vossa fraqueza de argumentos!
Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 02.10.2009 às 04:26

Paulo este blogue é seu e escreve o que muito bem entender,mas permita-me observar que esta sua conduta em relação á Dr Lisete está quase a tornar-se um comportamento paranoico,ter perdido a fé no PS de Silves não o impede de manter a fidelidade ao seu partido.Vote em quem queira porque o voto é secreto mas deixe a senhora em paz com a campanha possivel e tome as devidas medidas depois das eleições,isso sim será um acto de coragem.
Sem imagem de perfil

De Luis Capela a 02.10.2009 às 12:43

Esta discussões são muito engraçadas.

Em primeiro lugar no jantar do Zé Vitor, em que o caro camarada Paulo Silva, esteve presente, assim como eu e mais 300, assistimos a uma bonita festa em torno do candidato. Durante o jantar foram colocadas mais mesas, tal era afluencia de pessoas a apoiar o Zé Vitor, esperava-se 150 e apareceram 300.
Contudo e durante a chamada e aclamação da lista à Junta de Freguesia, que por sinal foi empolgante, deveria o candidato dà Junta de Freguesia pelo PS ter chamado pela Candidata à Câmara Municipal para que com ele e a sua equipa empolgassem ainda mais esta campanha, que já de si é dificil, em virtude do poder instalado há mais de uma década.
Só quem nunca andou em campanhas eleitorais autarquicas sem ser poder, é que acha que estas coisas de dizer umas coisas e fazer uns programas e outdoors mais ou menos bonitos é que conquistam os votos.
Nestas coisas de campanha eleitoral existem compromissos assumidos durante anos entre o poder e os eleitores e como é lógico, a conquista dos votos não se faz só com uma campanha eleitoral, mas sim com uma mística criada em volta de um candidato.
Foi isso que aconteceu com o jantar de José Vitor e não é isso que está a acontecer com a Lisete Romão.
Não por culpa dela, neste momento(outras culpas terá tido no passado, mas hoje é ela a candidata do PS). Mas por culpa de todos os que de uma forma ou de outra tem compromissos com o poder PSD- IS e muitos deles socialistas.
Compromissos de gratidão de variadíssima ordem, que são dificeis mas necessários quebrar.
Por isso a mística e o élan tem de ser criado em torno da candidata do PS, porque senão estas eleições são entregues de bandeja à Isabel Soares.
Sobre a cena do jantar mais me pareceu que o Zé Vitor, criou uma lista independente e não concorre em nome o PS.
Até parece que sendo Presidente da Junta pelo PS se dá melhor com a Isabel Soares do que com a Candidata do PS Lisete Romão. Visto não ter contribuído para a mística e o élan da campanha. É estranho mas foi o que pareceu.
Mas estas coisas de bairrismo é assim mesmo, pequenino na sua maneira de pensar.
Vamos lá pensar maior e abraçar esta campanha do PS, não só pela candidata, mas por todos aqueles que querem a mudança, e que acreditam que é possivel contribuir para uma politica melhor, que esta com 12 anos, já chega. O PS é capaz de fazer melhor. Mas todos juntos e unidos.

Quanto ao caro camarada Paulo Silva, em próximas eleições o meu amigo terá mesmo de se candidatar a algo, porque tem pinta e jeito para isso, é mesmo um politico de mão cheia e acredito em muito do que diz e acho que em muitas coisas está cheio de razão, às vezes o seu estilo não ajuda. Mas isto do estilo na politica também se aprende.
Não se esqueça é que para ser apoiado às vezes também temos de apoiar, é disso que se faz a militancia. Mesmo que tenhamos ideias diferentes.
Se não gostarmos, se tudo é contra o que pensamos e queremos para a construção de uma sociedade melhor, saímos do processo e não chateamos ninguém.
Mas gosto do que diz, você chega lá, tem é que ter alguma calma e paciência.

Saudações Socialistas
Imagem de perfil

De Paulo Silva a 02.10.2009 às 15:11

Caro "Luís Capela",

Sabias palavras as suas sobre o que se passou no jantar. Denotam compreensão e conhecimento dos bastidores políticos e do PS Silves. É bom saber que temos gente elucidada sobre a realidade do partido e que ao mesmo tempo tem distanciamento emocional suficiente para uma boa análise.

Deixe contudo que lhe diga que não me irei candidatar a nada no futuro. Quando muito, e nisso teria o maior prazer, ajudarei novos líderes a voltar a fazer do PS Silves um partido vitorioso, com juventude, dinâmica, coerência, ideias e, acima de tudo, capaz de criar a agenda política do concelho. Para isso podem contar comigo e com todo o meu empenho… agora para servir projectos pessoais viciados, obscuros e altamente comprometidos com o sistema vigente não contem comigo!
Saudações Socialistas,
Sem imagem de perfil

De Luis Capela a 02.10.2009 às 16:31

Mais uma vez a surpreender-me, pelo modo como coloca a sua disponibilidade em relação à futura colaboração sobre a união do Partido Socialista do concelho de Silves, na forma de contribuição e despretenciosa em relação a cargos e candidaturas.
É de pessoas assim que o partido precisa, para se reerguer com força e dinâmica de vitória.
Espero mesmo que apesar de existirem ideias divergentes sobre politica local, possam aparecer mais pessoas para colaborar e desenhar um projecto e uma estratégia politica para o concelho de Silves.
Isto é claro se o PS perder estas eleições, que espero bem que não.

Saudações Socialistas
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 02.10.2009 às 17:44

Bom, vamos lá para com isso senão daqui a bocado estão a dar beijinhos socialistas!

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...