Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





ISTO VAI MAL

10.02.10

 

A propósito da ALICOOP apanhei hoje uma valente “camada de nervos”… ele há dias em que me apetece emigrar para a Nova Zelândia, que como sabem é o sítio terrestre mais distante do solo pátrio! Que raça a nossa!!! Que mania de puxar os outros para baixo e desejar que se estatelem!! Há pessoal que até nem se preocupa muito se a vida lhe corre mal… desde que aos outros corra pior para não se ficarem a rir!
Temos enraizada uma cultura em que o mérito não existe (e não falo da chulice que é a Função Pública), se alguém está bem na vida é porque teve sorte, os pais eram ricos, enganou meio-mundo ou passa droga. Nem passa pela cabeça de ninguém que a riqueza e o sucesso advenha do trabalhado duro, da inteligência (no bom sentido), da capacidade de inovar e ver oportunidades onde os outros só vêem desgraças. É quase como se fosse pecado alguém ter sucesso… é a lusa sina de puxar todos para a mediocridade.
Tudo piora ainda mais quando se fracassa. Um português que fracasse está condenado a uma vida martirizada porque todos os outros não vão em nenhum momento esquecer e perdoá-lo. “É preferível não arriscar porque podemos fracassar”, pensa o tuga… “e se fracassamos nunca mais seremos ninguém”. Será que por cá não sabem que tentar e fracassar é a melhor forma de aprender! Será que ninguém é capaz de reconhecer uma boa ideia, um bom esforço, um trabalho árduo que… correu mal! Ao mínimo sinal de que as coisas vão correr mal lá aparecem os profetas da desgraça com o “Eu já sabia! O gajo é um falhado.”… Porra que isto chateia!

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.02.2010 às 21:21

Pessimista essa visão dos tugas,considero o contrário,somos um povo solidário,hospitaleiro,pouco conflituoso,o único senão que encontro é sermos também um povo submisso e deslumbrado.
Está muito enraizada ainda a ideia de que quem tem dinheiro é importante,sabe o que diz,não se contrariam os doutores,os sres. politicos,eles é que sabem,os sres. que podem comprar a nossa paz.
Discordo que considere o nosso povo seja tão pouco,se assistimos diáriamente à gloria de pessoas que, sem nunca terem provado que valem o que quer que seja ,porque estão no poder, tudo lhes é permitido.
A justiça não atinge quem tem dinheiro para a comprar,a impunidade com que são cometidas as maiores atrocidades é o que me espanta neste pais.
Não somos de maneira nenhuma um povo tão feio como descreve,dificil é acreditar que vale a pena dizer a verdade dos factos,pois a verdade raramente é levada em conta.
Quem se lixa são sempre os mesmos,no caso Alicoop,os funcionários são a única questão que importa salvar,são eles que perdem os seus bens,são eles que passam necessidades,o Sr. Silva,de uma forma ou de outra, safa-se sempre,o homem tem imunidade´,tá a ver?
Um desses sres.,em quem os trabalhadores confiavam,não criticavam,temiam,tá a ver?
Seria um Portugal bem melhor se fossem apuradas responsabilidades a todos com o mesmo rigor,que todos sofressemos as consequências das nossas escolhas,pelo melhor e pelo pior,os trabalhadores da Alicoop,tiram de toda esta situação uma grande lição,concerteza,a todos desejo o melhor.
O sr. Silva,não sei que lição poderá tirar do que quer que seja,afinal de contas é um sr.,daqueles que estão indiscutivelmente certos,como antigamente,infelizmente.
Sem imagem de perfil

De anónimo a 11.02.2010 às 19:39

Realmente Portugal é cada vez mais um País onde o crime compensa,neste caso da Alicoop,qual é a situação económica dos administradores?
Não terão património que permita cobrir o pagamento dos salários em atraso e deste modo minimizar as dificuldades dos trabalhadores?
Sem imagem de perfil

De Anonimo a 11.02.2010 às 23:20

Realmente as pessoas podem falhar, mas devem assumir isso claramente e não culpabilizar os bancos pela situação financeira ruinosa das suas empresas. Toda a responsabilidade é dos administradores e que não têm qualquer consideração pelos seus colaboradores, caso contrário não teriam permitido que estes contraíssem empréstimos em seu nome, sabendo que a maioria das pessoas ganha pouco mais de 600€ e que tardiamente os recebe. As lojas já estão mortas, os colaboradores já dependem do estado, existem 80 Mio€ de dívidas para pagar, praticamente não há património, os administradores já mudaram de residência, qual é a viabilidade? Se a banca conceder mais dinheiro é para estes gestores administrarem?
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 13.02.2010 às 19:17

É como diz quando alguém está p'ra baixo não há nada que não se chegue... Mas no caso em referência provavelmente a "glória" prende-se com atitudes arrongantes, pedantes e outros (antes) desse melro que me escuso dizer o nome.
Tão preocupado ... com os trabalhadores, claro. Mas ainda ninguém ouviu esse menino dizer que vendia património pessoal para resolver o problema de emprego daqueles que o enriqueceram...
Esta crónica dispensava-se. Bem basta o Serpa que vem defendendo esta gentalha e ainda por cima em nome dos trabalhadores...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2010 às 21:12

Fiquei a saber que há um blogue do Vereador do PS e agora há outro dos Vereadores do PS ... Desculpem mas passa-se qualquer coisa... Afinal de que PS estamos a falar?
Este blogue é da Drª Lisete (O do plural) e o outro é do Dr Serpa(O do singular)? Mas que grande trapalhada ... Foi para isto que correram com o Carneiro Jacinto?

(Escrevo aqui no seu blogue porque o Dr. Serpa só publica aqueles comentários que lhe são favoráveis ou melhor que o bajulam...)

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...