Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





A reportagem “Corrupção: Crime sem Castigo”, que passou ontem na SIC deixou-me profundamente abalado. Em boa verdade todos sabemos que em Portugal mandam PS e PSD e que no PS e PSD mandam as grandes empresas de construção /obras públicas e os principais escritórios de advogados. O que não sabíamos era que, entre todos os que mandam, não restava já uma pinga de vergonha ou decência.

O PS afunda-se com os casos que envolvem “boys” seus e que desacreditam todo o partido perante a opinião pública. Armando Vara e Rui Pedro Soares são dois exemplos flagrantes, mas há mais. Na minha opinião esta gente não pode continuar no poder, ignorando a opinião pública e contribuindo para que a revolta e repulsa interior das pessoas cresça até ao ponto em que todos os socialistas paguem a factura.

No PSD o tempo é de salvaguardar os interesses dos seus patrocinadores. É preciso a todo o custo impedir que sejam as empresas por trás do PS a construir o TGV e o Aeroporto. Quando chegarem ao poder serão os seus sponsors a construir essas, e outras, grandes obras e a reaver o investimento feito nas últimas campanhas.

Passos Coelho tem um discurso diferente. É preciso reconhecê-lo. Poderá ser apenas um “canto de sereia” que nos levará até à boca da armadilha… poderá até ser uma intenção séria e genuína. Ideologicamente Passos Coelho e Sócrates estarão separados por uma nesga mas a esperança, que os portugueses precisam como de pão para a boca, pende agora nitidamente para o lado do PSD. Os próximos tempos dirão se esta nova equipa “laranja” conseguirá ou não impor o seu cunho e quebrar com o sistema em vigor… outros recentes líderes não resistiram ao poder dos interesses que tentaram desafiar.

Ideologicamente. Ai está um verdadeiro palavrão! Nenhum homem sério deixa que a cortina da ideologia esconda por trás defeitos como os que temos hoje em dia no PS e PSD. Não me revejo na actual liderança do meu partido, apesar de a ter apoiado, porque falhou e porque tem sistematicamente traído a confiança dos seus eleitores com trafulhas, vigarices, mentiras e arranjos manhosos. Não me revejo no anunciado apoio do PS ao “candidato do Bloco de Esquerda” às presidências. Não acho que o país tenha alguma coisa a ganhar com a manutenção desta “canalha” no poder (e na oposição).

É tempo de surgir gente nova nos partidos ou até um novo partido, moderado, responsável e com um discurso de realidade. ISTO É UMA VERGONHA, MEUS SENHORES! Isto mata o partido, a política, a democracia e, em última análise, o país.

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De ccor a 21.04.2010 às 16:59

Oh Paulo, não me leves a mal, mas tu ainda acreditas no Pai Natal?


Então achas que o Passos Coelho chegou ao poder no psd sem ter criado rabos de palha? Pensas que todos aqueles apoios que recebeu, foram dados assim só pelosseus lindos olhos?

Eu não sou daqueles que acha que são todos iguais, não.

Mas isto já passou o tempo das ideologias, isso era nos tempos do Mario Soares, de um Sá Carneiro, Alvaro Cunhal etc...já passaram, quem agora chega ao poder sabe bem ao que vai, já trabalhou muito para isso, foi formado nas escolas da jotas, habituou-se a criar compromissos, a ceder aqui e ali, para assim conseguir chegar ao cimo.
É por isso mesmo que as ideologias se perderam, é por isso que não vês diferenças entre o Sócrates e o Passos Coelho, ou outros quaisquer. Nenhum deles tem convicções, pelas quais esteja disposto a lutar, o objectivo é claramente outro, é o chegar ao poder. Por isso o Passos diz que não se importa de esperar, sabe que o tempo joga a seu favor.

As ideologias hoje em dia foram remetidas para nichos da actuação política, do tipo quem investe mais ou menos na cultura, na ciência ou na educação etc...

Mas relativamente ao que dá dinheiro a quem anda à caça dele, onde há a corrupção, aí são, tenho de reconhecer, todos iguais. Todos cederam, todos criaram os compromissos que lhes permitiram avançar e, já sabes caro Paulo, tal como dizia o outro "Não há almoços grátis".

O pior é que até o mais comum dos mortais já se habituou a isso mesmo, é encolher os ombros e pronto, vai-se andando.

Já lá não vamos.

E digo-te mais , a nível local, no nosso concelho, não é diferente.
Por isso quando clamas por gente nova, tem cuidado, nunca quem está na linha da frente, não é melhor e, por vezes até é pior.


abraço
Imagem de perfil

De Paulo Silva a 21.04.2010 às 17:16

Deixa-me sonhar!

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...