Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





Sendo este um espaço de opinião eminentemente política não podia deixar de falar nas eleições presidenciais. Como sempre não resisto a tomar posição por um candidato e a tecer opinião sobre todos os “corredores” que se apresentam a sufrágio.

Começo por explicar porque:

Não voto em branco – votar em branco não tem significado prático em Portugal. Pelo menos não tem o que deveria ter. Na eleição da Assembleia da República, por exemplo, os votos em branco deveriam significar lugares vazios e existir um mínimo de deputados eleitos para garantir a legislatura. Isso obrigaria a muito mais atenção por parte das forças políticas à imagem que deixam na opinião pública e acabaria com os “cozinhados” que adulteram a composição das bancadas parlamentares na hora de nomear os cabeças de lista a cada Distrito.

 

Não voto em Cavaco – porque foi o pior Presidente da República que já conheci. Falou quando não devia, não falou quando devia e em nada contribuiu para que a situação do país melhorasse. Tem agora à perna o caso BPN onde as “más companhias” e a promiscuidade realçam a sua forma de fazer política. Foi Cavaco quem entregou a Oliveira e Costa os assuntos fiscais (colocou o lobo no meio dos cordeiros) ao nomeá-lo Secretário de Estado para os assuntos fiscais. É Cavaco quem tem Dias Loureiro como seu conselheiro… como Conselheiro de Estado. Ainda hoje ouvi que a despesa pública que agora pretendemos reduzir foi em grande parte herança de Cavaco… o “Monstro” que tanto apregoava é obra sua.

Não voto em Manuel Alegre– porque em 30 anos de actividade política apenas caçou e escreveu poemas à conta dos contribuintes. Não se lhe conhece uma ideia, um documento, uma proposta ou uma intervenção que seja. Apesar de há 5 anos não ter sido grande adepto da candidatura de Mário Soares fiquei “ferido” por Manuel Alegre se apresentar contra o candidato do PS. Agora apresenta-se apoiado pelo BE e forçou o apoio da Direcção do PS, o que, como já se viu, não quer dizer que tenha o apoio das bases do partido. Deixou cair o discurso de “a mim ninguém me cala” e agora caminha sobre cordas tentando arranjar forma de o seu discurso não ferir o eleitorado radical do BE e o moderado do PS.

Não voto em Fernando Nobre – porque apesar de o considerar um homem sério, capaz e diferente de todos os políticos da nossa praça acho que lhe falta profundidade e clarividência no discurso. Falta-lhe mesmo energia… pelo menos a mim passa-me a ideia de alguém cansado que tem no facto de estar contra o sistema o seu único trunfo (há quem diga que outra grande vantagem de Nobre é estar habituado a cenários de catástrofe).

Não voto em Francisco Lopes – porque é apenas um “declamador” de discursos. Os candidatos vindos do PCP podem até ser bastante capazes, mas conhecendo um pouco do funcionamento do partido não será difícil imaginar que se um dia um seu candidato for eleito Presidente da República o Palácio de Belém será ocupado por todo o Comité Central e o Presidente fará exactamente o que esse órgão decidir… em suma o que quero dizer é que, aparentemente, um candidato do PCP não consegue estar acima do partido, coisa que considero essencial num Presidente.

 

Voto em Defensor de Moura – porque apesar de pouco conhecido tem um discurso incisivo e promissor. Olha para a raiz dos problemas em vez de se concentrar em “fait-divers”. Assisti a duas entrevistas suas e confesso ter ficado surpreendido pela capacidade que demonstrou. É uma boa surpresa e entre todos o candidato que mais me agrada.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


3 comentários

Sem imagem de perfil

De S A a 07.01.2011 às 23:01

Caro Paulo.

Ainda não sabe que finalmente o Ministério Público constituiu dois arguidos no caso VIGA D'OURO? . São eles o Egas Moniz e o Gargalhadas.
Sem imagem de perfil

De anonima a 09.01.2011 às 00:29

Já somos dois Paulo, concordo inteiramente com a descrição que faz de cada candidato.
Melhor presidente da republica até hoje em minha opinião, foi Jorge Sampaio.
....................
Sem imagem de perfil

De amsf a 18.01.2011 às 14:11

Já encontrei o candidato que há-de levar o meu cartão vermelho às elites portuguesas, esse candidato é o José Manuel Coelho.

Palhaço e maluco é o povo que vota sempre da mesma maneira esperando obter resultados diferentes!

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...