Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





Há coisas que escrevemos a "quente" e que passado mais de 1 ano continuam a fazer sentido.

Este foi o primeiro artigo que escrevi no Jornal Terra Ruiva, e fi-lo porque estava revoltado com a "miserável" prestação do PS nas últimas autárquicas. Não faço parte dos "bastidores" nem conheço as "jogadas", apenas falo do "que está à vista"... eu e 99% dos eleitores...

Estamos no período de reflexão pós-autárquicas, uma altura sempre propícia à propagação das mais variadas opiniões e aos típicos discursos políticos que nos deixam a ideia de que, em politica, ninguém perde.

 

Apesar de pouco me importar as análises que se tem feito das eleições a nível nacional, confesso que me irritam um pouco os comentadores políticos e os jornalistas que tentam a todo o custo “misturar” o sentido de voto das autárquicas com o juízo que os eleitores fazem do governo. Tirando a excepção de 2001, em que, nitidamente, parte dos eleitores portugueses votaram contra Guterres e a actuação de um governo de minoria, que pouco ou nada poderia ajudar o país nos anos que se seguiam, não me parece plausível que se vote contra um autarca que nos merece confiança com intuito de penalizar o governo. De facto, o exemplo de Silves é disso prova. Dizer que os eleitores que votaram Isabel Soares ou Francisco Martins o fizeram para penalizar a actuação de José Sócrates parece-me um disparate. Os dois candidatos merecem a confiança dos seus eleitores pelas suas características enquanto políticos e pelo trabalho, bom ou mau, que fizeram em anos e anos de experiência autárquica.

 

Tudo isto leva-nos a outra questão. Essa sim, importante e pertinente: O que se passa com o PS em Silves?

Dá que pensar. E por mais que se pense torna-se difícil encontrar explicações para a ausência total de ideias, de caras novas, de iniciativa, de dinâmica de vitória, etc…

 

Como é possível que num concelho onde o PS ganha sempre, se chegue às autárquicas e, anos após ano, os resultados nos embaracem a todos? Nas últimas europeias o PS venceu com 50,2% contra 23,89% da coligação PPD-PSD / CDS-PP. Nas presidências o candidato apoiado pelo PS esmagou o candidato da direita por uns expressivos 60,99% contra 27,48%. Nas legislativas 99 o PS obteve 48,9% face aos 28,84% do PSD. Nas Legislativas 2002, e apesar da vitória de Durão Barroso a nível nacional, o PS ganhou em Silves com 39,88% contra 35,64%! Nas últimas Legislativas o PS alcançou mais de metade dos votos, conseguindo um total de 51,35% contra apenas 21,44% do PSD!

Estes números contrastam de forma chocante com os resultados obtidos nas últimas 2 eleições autárquicas. Em 2001 o PS conseguiu apenas 17,8% ficando atrás do PSD e da CDU, numas eleições de má memória para mim, uma vez que participando na lista à Assembleia Municipal pelas listas Socialistas, tive a oportunidade de ver por dentro a falta de dinâmica e de ideias de uma concelhia que assenta há demasiado tempo nas mesmas figuras. Este ano, mais uma vez os resultados foram uma desilusão, apenas 27,54% dos eleitores votaram PS contra 44,18% de votos na candidata do PSD.

 

A Dra. Lisete Romão merece-me todo o respeito, simpatia e reconhecimento pela sua excelente folha de serviços na área da saúde. Mas era previsível que, sem experiência politica, iria necessitar de uma máquina de campanha afinada e eficaz para a ajudar na difícil missão de destronar Isabel Soares do poder autárquico. Iria necessitar de um partido vivo, dinâmico, com muita gente jovem, com ideias inovadoras e com, pelo menos uma pessoa, que entendesse de imagem e marketing e que fosse capaz de organizar a campanha.

 

Em vez disso, a Dra. Lisete Romão encontrou um partido “envelhecido” e que nem de perto nem de longe conseguiu ombrear com as campanhas dos seus principais concorrentes. Os folhetos e os cartazes de campanha eram, para não dizer pior, assustadores. Fotos tipo passe, algumas com uns bons anos de arquivo, montagens gráficas infelizes e frases sem pingo de imaginação abundavam na campanha. O resultado foi que, uma equipa de pessoas com qualidade e competência, acabou por parecer um punhado de indivíduos que desenrascaram à última da hora e nem tempo tiveram de ir ao “Prisunic” tirar uma foto mais recente.

 

O futuro do PS Silves é de reflexão. Acompanhei esta campanha à distância, da mesma forma que acompanhei as actividades do partido no concelho, mas parece-me que é urgente arrumar a casa na Concelhia do PS Silves, sob pena de daqui a 4 anos termos mais do mesmo. A Dra. Isabel Soares, a quem felicito pela vitória, pode não ser, na minha óptica, uma grande gestora nem uma grande presidente, mas é, seguramente, uma grande politica. Basta olhar para a mobilização da campanha do PSD e para o entusiasmo que a juventude levou a todos os lugares por onde passou a caravana social democrata, para perceber que as eleições ganham-se, em parte, assim.

 

Uma palavra de amizade e parabéns ao novo presidente da Junta de Freguesia de Messines, José Vítor, que continua a mostrar ser dos poucos com atitude forte e vontade de ganhar e mostrar trabalho.

In, Terra Ruiva - Outubro de 2005

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.02.2007 às 02:53

E parece que passados estes meses todos as coisas continuam iguais. O Ps Silves é controlado pela Opus Dei e pouco lhes interessa se ganham ou não. mamam à mesma
Sem imagem de perfil

De . GUPY a 10.02.2007 às 18:12

Este " Sr. que não quis dizer o nome" anda a ver muitos filmes ! Foi o "Código da Vinci" que lhe fez mal á cabeça... ou terá sido algum medronho de qualidade duvidosa?
Sem imagem de perfil

De SERRANHITO DO MONTE BOI a 10.02.2007 às 09:52

Ò meu querido amigo, explique-me lá o que fez até hoje o Presidente da Junta de Messines,000000, foi uma desilusão Messines está cada vez pior.......é uma vergonha..... não tem condições nem perfil de Presidente.
Sem imagem de perfil

De GUPY a 10.02.2007 às 18:08

Penso que só mesmo por cortesia o Sr. Paulo Silva possa ter uma palavra de simpatia para com o Sr. Presidente da Junta ! Sabemos que o orçamento é limitado e a câmara também não ajuda, mas há uma falta de ideias e iniciativa tão grande!!! Não lhe parece ? Eu acho que merecíamos muito melhor...
Sem imagem de perfil

De José Meireles a 10.02.2007 às 23:08

A mediocridade da oposição PS, é o reflexo da política capitalista que o partido resolveu levar por diante. Talvez a oposição PS, sinta a vergonha e não tenha moral para actuar como uma verdadeira oposição.
Sem imagem de perfil

De Zé Sousa a 11.02.2007 às 14:37

Amigo Paulo:
O tema PS é tábu neste concelho.

Os socialistas que fazem parte da concelhia estão calados e querem poucas ondas sobre o que se passa lá dentro.

A Isabel Soares dá-lhe jeito ter um PS tão fraquinho e baralhado.

À CDU convem-lhe os votos que os socialistas inteligentes metem na urna.

Ao Carneiro Jacinto dá-lhe imenso jeito que sejam uns bananas, porque não há risco de lhe fazerem frente e até podem apoiá-lo.

Como vê amigo Paulo poucos falam da incompetÊncia reinante e ninguém ganha com isso. O melhor é o amigo dedicar-se a outros temas, porque o PS Silves está morto e enterrado.
Sem imagem de perfil

De a_ver a 23.03.2009 às 11:57

Parabéns ao sr. Vitor? Explique o que tem feito, esse sr. para a freguesia de Messines? Encontre coisas positivas porque eu... não consigo encontrar!!!
A cereja no topo do bolo foi quando andou a faltar às reuniões da REN, não disse nada na consulta publica e aparece na Tv em Lisboa a lado da população, na manifestação contra essa entidade!!!
Tenha juízo...

a_ver

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...