Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...





Temos resultados finais nas Legislativas 2011 e como sempre a análise dos resultados depende da perspectiva de cada um. Quando Sócrates discursava, para quem viu na SIC, um quadradinho no canto inferior esquerdo mostrava a festa do PSD no Marquês de Pombal e eu pensava: “quando, em miúdo, senti pela primeira vez a dor de uma derrota do PS provavelmente Sócrates estava a festejar a vitória com os seus companheiros da JSD”. É tudo uma questão de perspectiva e de tempo. O tempo que demonstrou que este líder não merecia o partido que o apoiava.

Os dias que se seguem vão ser de sentimentos múltiplos e antagónicos para todos os homens e mulheres de esquerda. Para mim a situação é clara. Já passei a fase da negação e à muito que aceitei que este PS não tinha competência para governar o país. Assistimos a uma campanha eleitoral vergonhosa, cheia de truques e de tiques “sul-americanos” que colocaram muitos socialistas perante a dúvida… uma campanha que tentou passar um “atestado de estupidez” às pessoas e que colocou em muitos dos que sempre estiveram com o PS o ponto de interrogação que nunca tinha aparecido antes. É bom que se lembre que este líder do PSD foi o mais “fraquinho” e impreparado que já vi em funções!

Não votei PSD e não acredito que Passos Coelho consiga gerir os interesses que envolvem o seu partido. Tenho no entanto a legítima e ingénua esperança de que este novo Governo consiga defender os interesses de Portugal, tal como tenho a legítima e ingénua esperança de que os tempos que se seguem sirvam para o PS “limpar a casa” e “desintoxicar-se” dos inúmeros vícios que o tomaram de assalto nos últimos anos. Esta derrota pode ser a oportunidade histórica de varrer “varas e rui pedro soares” da cena política, de limpar os milhares de parasitas que vivem à conta do Estado sob a égide do PS, esperando sempre que a sua militância cega seja recompensada com “tachos” e empregos de luxo. Tenho fé nesta hora de limpar os cacos!

Infelizmente parece que o debate interno já foi ultrapassado antes mesmo de existir. António José Seguro, o mais que provável líder do PS entre eleições, apareceu nas televisões com “um emplastro” atrás… esse emplastro deixa adivinhar já que o poder mudou e que o seu apurado “faro” lhe valerá um bom posto no futuro… voltamos pois ao mesmo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


2 comentários

Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 06.06.2011 às 03:04

Isto é quase uma replica em prosa do poema de Camões "Amor é fogo que arde sem se ver"
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.06.2011 às 13:30

Finalmente pode-se respirar de novo neste país e agora é que é:

SÓCRATES LADRÃO!
VAIS PARA A PRISÃO!

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...