Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...





Lembrei-me de uma frase de Eça de Queirós que estará por certo
em voga nos próximos anos:

“Se V.Exas. nos cortam tudo, que poderemos nós cortar a V.Exas?”

Acho muito pouco verosímil que o país sobreviva ao que ai
vem, desde logo porque a periclitantes contas públicas estão assentes na errada
convicção de que os portugueses e as empresas conseguirão cumprir regularmente
as suas obrigações fiscais. Infelizmente será necessário que a “pancada” chegue
à Assembleia da República, à Presidência e ao Gabinete do Primeiro-ministro
para que percebam onde andam.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 10.08.2011 às 21:12

Nós e que não sabemos onde estamos metidos, os que queriam que apanhassemos o pelotão da frente, trabalhar muito com bons ordenados.
Agora comparem, com os que trabalharam muito, e quem são os que têm bons ordenados e boas reformas.
Isto é como no ilusionismo, quanto mais olham nemos vêm.

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...