Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds



Um jornal que é distribuído na rua por políticos diz muito da qualidade e isenção do jornalismo que pratica. Da mesma forma, políticos que distribuem como material de campanha um jornal também transmitem claramente a mensagem da falta de escrúpulos que têm.

Que me perdoe o Luís Coelho, de quem tenho a melhor impressão e muitas boas recordações (da sua passagem por Messines), nestas fotos apanhado com “aquilo” nas mãos. Eu até sei que as ordens para distribuir “aquilo” vieram directamente do candidato… a energia que não teve a dar ordens para votar contra os ajustes directos à PLMJ, teve-a agora para meter os seus candidatos à Junta a distribuir a Voz de Silves.

Os candidatos mais “noviços” nestas andanças sujeitam-se, já tinha acontecido na inauguração da sede de campanha em Armação de Pêra… mas os mais experientes não embarcam nisso. João José não o fez em Tunes e tenho muitas dúvidas que o José Vítor Lourenço o faça em Messines. A dignidade de uma pessoa não se vende.

Seria interessante refrescar a memória aos socialistas deste concelho sobre aquilo que a Voz de Silves disse e insinuou ao longo de mais de uma década, nos tempos da “outra senhora”. Se tiver tempo haverei de ir à Biblioteca Municipal de Silves e fazer um “Best of”… fica prometido. Até lá, e seguindo-se ao "turismo religioso", fica o registo de mais uma prática... digamos... como é que hei-de colocar isto... de uma "esquerda esquisita"!!! Faz lembrar o "jornal do regime" da "esquerda salazarista".

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Luís Rodrigues a 01.09.2013 às 14:33

É uma vergonha o que se passa neste concelho e quem ainda tem dúvidas de votar PS ou PSD espero que isto vos ajude.

Partilho com todos vocês a censura de que um munícipe foi alvo na página do Sr. candidato Fernando Serpa.

O administrador da página desse candidato bloqueou os comentários feitos e a permissão de voltar a fazer comentários na página dele como noutras páginas ligadas ao PS sem dar resposta nenhuma.

"Acho que deviam saber isto e saber também que mais pessoas minhas amigas também foram bloqueadas por expressar as suas opiniões.
Estes fascistas devem ser denunciados e estas acções usadas contra eles.
O comentário que gerou a minha exclusão foi:

"O caríssimo Sr. Vereador Fernando Serpa, durante os longos anos como vereador tem sido um marco na história do desordenamento urbanístico no concelho de Silves. Para além de ser um dos cúmplices da destruição da Praia Grande em Pêra. Esse projecto de urbanização que aufere viabilidade a um projecto que permite a valorização ilegítima de terrenos pertencentes ao Grupo Galilei.
O Sr. Vereador para além disto contempla na revisão do PDM do concelho as obras clandestinas dos seus amigos enquanto os cidadãos que queiram ver o PDM dos seus terrenos aprovados deslocam-se à Camâra de Silves e o PDM está sempre em processos de aprovações, nunca disponível a para se saber concretamente o que contempla o PDM numa específica área. O que preciso para ser seu amigo Sr. Vereador? Cliente dos seus serviços de advocacia? Está visto que os interesses dos seus clientes prevalecem sobre os interesses do Município de Silves e das suas populações e vem para aqui pedir votos. Há muito descaramento da sua parte. O candidato Fernando Serpa é um bom advogado e vereador em causa própria. Um candidato com princípios deontológicos e éticos um pouco dúbios!"

Chamam a isto confiança na mudança?!? Eu chamo isto mais fascismo!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds