Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...





Um jornal que é distribuído na rua por políticos diz muito da qualidade e isenção do jornalismo que pratica. Da mesma forma, políticos que distribuem como material de campanha um jornal também transmitem claramente a mensagem da falta de escrúpulos que têm.

Que me perdoe o Luís Coelho, de quem tenho a melhor impressão e muitas boas recordações (da sua passagem por Messines), nestas fotos apanhado com “aquilo” nas mãos. Eu até sei que as ordens para distribuir “aquilo” vieram directamente do candidato… a energia que não teve a dar ordens para votar contra os ajustes directos à PLMJ, teve-a agora para meter os seus candidatos à Junta a distribuir a Voz de Silves.

Os candidatos mais “noviços” nestas andanças sujeitam-se, já tinha acontecido na inauguração da sede de campanha em Armação de Pêra… mas os mais experientes não embarcam nisso. João José não o fez em Tunes e tenho muitas dúvidas que o José Vítor Lourenço o faça em Messines. A dignidade de uma pessoa não se vende.

Seria interessante refrescar a memória aos socialistas deste concelho sobre aquilo que a Voz de Silves disse e insinuou ao longo de mais de uma década, nos tempos da “outra senhora”. Se tiver tempo haverei de ir à Biblioteca Municipal de Silves e fazer um “Best of”… fica prometido. Até lá, e seguindo-se ao "turismo religioso", fica o registo de mais uma prática... digamos... como é que hei-de colocar isto... de uma "esquerda esquisita"!!! Faz lembrar o "jornal do regime" da "esquerda salazarista".

Autoria e outros dados (tags, etc)


24 comentários

Sem imagem de perfil

De António Guerreiro a 31.08.2013 às 19:46

Depois de tudo o que esse jornal e seu proprietário fez aos candidatos do PS, durante o reinado de Isabel Soares, quando recebia quase 2000 euros por mês, como assessor para a comunicação social da CMS, é vergonhoso que uma candidatura do PS ande a distribuir tal jornal. O mesmo já aconteceu na segunda candidatura da Dra. Lisete (de forma tímida), mas a falta de vergonha é tanta que até vem nas fotos.
Felizmente não estou comprometido com estas atitudes de servilismo a um homem assumidamente da direita mais reacionária que existe neste país. Ainda existe algumas pessoas que se questionam sobre as minhas posições? Em política não vale tudo, é preciso ter memória! Eu e o Dr. João Ferreira, enquanto candidatos do PS, fomos atacados por esse senhor de forma vergonhosa e cobarde. É preciso ter memória. Se é verdade o que diz o post, lamento saber que pessoas como o Luís Coelho (que admiro e estimo) não tenham a memória sobre o que o jornal Voz de Silves fez ao longo destes anos ao Partido Socialista e estejam disponíveis para o distribuir a mando de interesses pouco públicos e muito privados. Provavelmente não estamos a falar do mesmo partido.
António Guerreiro (Candidato do PS em 2001) caluniado politicamente pelo referido jornal de forma ignóbil sem qualquer fundamento.

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...