Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds



 

Silves: Proposta do executivo para tornar Feira de Todos os Santos isenta de taxas foi rejeitada

 

A proposta do executivo CDU da Câmara Municipal de Silves, que previa a realização, a título excecional, da Feira de Todos os Santos de 2013 como feira franca, isentando-a de taxas, foi rejeitada com os votos contra da oposição, formada pelo PSD e pelo PS.

 

A proposta, chumbada com os votos contra do PSD (2) e do PS (2) face aos 3 votos a favor da CDU, visava “minimizar os efeitos que provavelmente se sentirão e que resultarão da não existência de feriado no dia 1 de novembro e com a atual crise económico-financeira”, explica, em comunicado, a presidente da câmara, Rosa Palma.

 

O executivo permanente previa, devido aos fatores já citados, “uma diminuição muito considerável do número de visitantes da feira”, o que constitui um “desincentivo” à participação dos feirantes e demais comerciantes no evento.

 

A proposta desonerava de forma excecional os feirantes e demais comerciantes a retalho não sedentários da obrigação do pagamento das taxas previstas na secção I, do capítulo IX, da tabela de taxas e licenças anexa ao regulamento n.º 210/2013.

 

A autarca da CDU recordou que, nos anos de 2009 e 2010, a Feira de Todos os Santos foi realizada como feira franca e, também no ano de 2009, o mercado municipal da freguesia de Silves foi franco, “em ambas as situações” com a aprovação “unânime” de todas as forças políticas.

 

“O executivo permanente lamenta profundamente este tomada de atitude, que considera poder ser um contributo decisivo para a perda de importância e impacto deste evento”, sublinha Rosa Palma.

 

A autarquia informa assim todos os feirantes e artesãos que participarão na Feira de Todos os Santos que deverão dirigir-se ao serviço de Taxas e Licenças da autarquia, a partir de segunda-feira, para procederem aos pagamentos correspondentes aos espaços que ocuparão no recinto do evento.

 

A Feira de Todos os Santos realiza-se entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro. O evento decorre no parque de estacionamento atrás do castelo e nos arruamentos adjacentes.

 

Este evento tem uma longa tradição na cidade, já que se realiza desde o ano de 1492, ocasião em que Silves foi agraciada com a «Carta de Feira» pelo rei D. João II.

 

Nessa altura, apenas as localidades de Loulé (1291) e Tavira (1490) tinham tal privilégio. A Feira de Santa Iria só passou a existir em Faro a partir de 1596 e, em Portimão, a Feira de São Martinho data de 1662.

 

.diariOnline RS

20:54 sexta-feira, 25 outubro 2013


Os mesmos que viabilizaram pagamentos milionários a sociedades de advogados, aumentos de taxas e impostos, orçamentos irrealistas ou despesas de representação ridículas... são agora contra a iniciativa de isentar de taxas a Feira de Todos os Santos. Isto demonstra claramente a qualidade e o carácter de quem "ainda está na vereação". Nem vale a pena fazer mais comentários, a não ser que a Dra Rosa Palma e a sua equipa vão ter mais dificuldades do que aquelas que seriam expectáveis, mas, no final, quando se age com honestidade, boa vontade e dedicação ao concelho, a recompensa chegará. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Joaquim Santos a 27.10.2013 às 22:29

Exº senhores


Quem deve estar a dar pulos de alegria quer com a desição das força politicas em silves e os concelhos de Portimão e Faro e muito em breve o de Lagos.

Vejamos quem é os kotas que como eu, iam a feira de todos os Santos no antigo Largo da Feira e mais tarde junto ao rio que se estendia entre a fissul e a Ponte velha?

Alguém se lembra da feira de Santa iria em faro que não era mais de que duas rua de brinquedos e alguns divertimentos? Alguém se lembra como era a Feira de São Martinho em Portimão?

O que mudou para estas ultima feiras serem um cartão de visita para ambas as cidades e a de Silves um mero mercado semanal fora do tempo?

Então vamos recordar alguns pormenores

A Drª Isabel Soares e o seu executivo, para arranjar mais receitas aumentou em mais 200% o preço dos terrenos. E os feirantes fugiram, pois era preferível pagar um pouco mais e ir de Faro para Portimão.

Transferiu a feira (devido a recuperação da zona envolvente das piscina e o POLIS) para o Encalhe.

Para lançar “uns brioches” aos feirantes alugou uma barracas ( igual aquelas que causaram polémica em Portimão ) com um espaço mais pequeno e o mesmo preço de terreno. Como queriam que quem tinha 10m de tenda ira para uma de 4m.

E as outras cidades o que fizeram depois das brilhantes desições politicas de Silves?

Dar mais condições aos feirantes e a quem visita as feiras e ir aumentando gradualmente os terrenos, e obrigando os feirantes a ficarem mais tempo nas localidades. O que deu mais dinheiro aquelas Câmaras

Resultado... A feira de Silves devido as politicas de enriquecimento rápido e gestão de curto prazo matou a feira e lá perdeu receita.

E agora? Todos reclamam pela legalidade da Feira franca , pelo populismo do executivo em fim mesquinhez de neanderthal.


Daqui a 4 anos se a feira de Silves Não estar com a projecção que deve ter no contexto regional. Claro vou ter em consideração o meu voto


Com os melhores cumprimentos

Joaquim Santos

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds