Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds



BOM ANO NOVO

27.12.13

A azáfama profissional (felizmente) tem impedido que venha até ao Blog. Não desejei o Feliz Natal que todos os leitores mereciam, nem tão pouco comentei uma série de "suculentos" assuntos políticos do nosso concelho. 

No entanto não podia deixar de assinalar o final do histórico ano de 2013! O ano em que o concelho de Silves voltou a ter esperança num melhor futuro. Aquilo que tenho ouvido e visto nestes curtos meses de gestão Rosa Palma tem sido excelente.

Por contraponto vou ouvindo que, noutras latitudes também "Governadas" por comunistas, faz-se política nacional às custas dos eleitores municipais. Coisa que me preocupa. É bom que por cá entendam que as eleições foram ganhas pela credibilidade e integridade dos principais membros que compunham as suas listas, não foram ganhas pela ideologia vincada do PC. Eu confio no bom senso e nas decisões das pessoas que estão no executivo, não confio nas decisões e muito menos no bom senso do comité central.

 

Desejo a todos os silvenses um ano 2014 maravilhoso, ao mesmo tempo que lhes peço: aproveitem cada um dos 365 dias que nos esperam para tornar o nosso concelho um bocadinho melhor. Se todos remaramos para o mesmo lado a diferença será enorme no final do ano. Como dizia Jim Rohn "O sucesso é a soma de pequenas e simples práticas repetidas diariamente de forma disciplinada". Bom ano!! ;)

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Jorge Lemos a 31.12.2013 às 08:41

Quando se deixavam passar orçamentos que até contemplavam receitas provenientes da venda de património sem que esta alienação tivesse sido aprovada, era tudo normalíssimo. Orçamentos cuja receita era inventada para se sobrepor à despesa ( para Inglês ver) e que o candidato derrotado do PS até teve o descaramento de admitir no debate Fissul explicando como enganavam o tribunal de contas, isto era tudo normalissimo. Isto passava, invariavelmente, com voto a favor do psd e abstenção do ps. Agora fico muito feliz por a coisa mais grave deste orçamento ser a rubrica das \"hipotéticas\" despesas de representação. É sinal que o orçamento foi muito bem elaborado.
Parece que afinal não foram só as moscas que mudaram...

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...

  • Lucas

    Eu cá gostava mais das entrevistas do Serpa, reple...



subscrever feeds