Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...





Já estão em vigor duas novas iniciativas do Penedo Grande que pode encontrar nas barras aqui à direita da coluna de posts. São a Petição que visa atribuir o nome de Francisco Vargas Mogo ao Jardim Municipal que será inaugurado este fim-de-semana e um inquérito que visa reunir alguma informação útil para depois apresentar aos internautas. Para participar basta clicar nos “banners” e serão encaminhados.

 

A petição merece, contudo, um esclarecimento. Ao que se consta a inauguração do Jardim Municipal irá realizar-se a 8 de Março (dia da mulher e dia do nascimento de João de Deus) e contará com a presença da Dra. Isabel Soares e do grupo “Mulheres Sociais-democratas” sendo de prever que o discurso aponte ao fervor feminino pela celebração de tal dia.
Como sempre a população messinense não foi tida nem achada neste baptismo que tanto poderia dar em “Jardim 8 de Março” como em “Jardim 5 de Novembro”( a data de nascimento da própria autarca). Trata-se de uma imposição e de uma oportunidade de voltar a mostrar aos seus “amigos” que em Messines quem manda é a presidente de câmara.
Ora o Penedo Grande já aqui havia lançado o repto para que fosse atribuído ao Jardim o nome do homem que o imaginou naquele lugar e que acabou por permitir que ali se concretizasse, cedendo terreno para isso: Francisco Vargas Mogo.
O nome é, de resto consensual, da esquerda à direita. Não há, nos tempos mais recentes, ninguém que tenha feito tanto por Messines como Francisco Vargas Mogo. Desde os bombeiros à columbófila, passando pela Caixa Agrícola e pela UD Messinense… o seu contributo é transversal a todas as colectividades e sectores de actividade da freguesia. Um homem que tinha inimigos porque fazia coisas e exigia sempre o melhor para a sua terra… mas que é lembrado por todos com o máximo respeito e admiração.
Se concorda com esta ideia assine a petição clicando aqui. Obrigado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


5 comentários

Imagem de perfil

De Paulo Silva a 05.03.2009 às 21:49

Cara Dadinha (ou devo dizer Maria de Portugal),

É justamente por reconhecer às mulheres igual condição que não entendo certos movimentos femininos. Em todo o caso não é esse o cerne da questão… o que deve ser denunciado é a prepotência da senhora presidente e o facto de se esquecer dos messinenses que muito fizeram pela terra (homens e mulheres) em favor do exibicionismo político.

Obrigado pelo seu comentário.

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...