Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds



 

Começam a estar na mesa as cartas de todos os partidos no que diz respeito a autárquicas. Faço por isso uma espécie de ponto da situação, salvaguardando que esta é a minha opinião e não está sujeita a estudos ou sondagens.
Na eleição para a Câmara, entre tantas mulheres, é um homem que está “sobre as brasas”. Carlos Cabrita, do Bloco de Esquerda, tem por estes dias os olhos do concelho em cima. Falando com as pessoas na rua ficamos com a ideia de que a juventude e novidade que trazia a candidata da CDU não foi o “tiro certeiro” que se esperava. Se assim for parece-me que uma eventual vitória de Isabel Soares ou Lisete Romão (que sai beneficiada pelo facto) está nas mãos de Carlos Cabrita. Se apresentar uma candidatura forte e bem estruturada poderá entregar a vitória a Isabel Soares, se chegar a acordo com o PS poderá catapultar Lisete Romão para a presidência. Muitos apostam que a possibilidade, bastante sustentada, de o BE conseguir ultrapassar a CDU em Silves joga a favor de Isabel Soares, uma vez que a estrutura bloquista não resistirá a esse “chamamento”... verdadeiro canto da "sereia". A ver vamos… uma coisa é certa: não queria estar na pele de Carlos Cabrita.
Para a Junta de Freguesia de Messines a “guerra” é outra. O PSD apresentará um forte candidato, com provas dadas no que diz respeito a liderança e a capacidade de trabalho. Com Joaquim Gonçalves o PSD garante muitos dos votos “flutuantes” em disputa e o voto do partido em peso. Parece-me que a abstenção jogará este ano contra o PSD... o que constitui uma novidade interessante.De qualquer forma falamos de uma boa escolha na óptica partidária...
Por seu lado o PS garante os votos de sempre (os tais 30% de votos socialistas) e coloca nas mãos da CDU “a cabeça” de José Vítor. Um candidato forte da CDU praticamente entrega a junta a Joaquim Gonçalves e ao PSD. Vamos ver quem nos trás a CDU para este confronto que se adivinha animado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 17.07.2009 às 01:20

ACREDITO QUE A ESTRUTURA BLOQUISTA NÃO FAZ AS CONTAS DESSA MANEIRA,APENAS DEVE QUERER CONSOLIDAR OS VOTOS QUE FORAM OBTIDOS NAS EUROPEIAS E FIXAR O SEU ELEITORADO NAS AUTARQUICAS.
O PS DE SILVES TEM DE COMEÇAR A APRENDER A RESPONSABILIZAR-SE
PELOS MAUS RESULTADOS .PENSO QUE NÃO SERÁ HONESTO CULPABILIZAR TERCEIROS QUE APENAS AFIRMAM A SUA OPÇÃO PARTIDARIA NUM LIVRE EXERCICIO DA DEMOCRACIA.
SE ISABEL SOARES GANHAR É APENAS POR MERITO PRÓPRIO OU PORQUE AOS OLHOS DO ELEITORADO OS OUTROS NÃO SÃO ALTERNATIVA.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds