Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds



 

Começam a estar na mesa as cartas de todos os partidos no que diz respeito a autárquicas. Faço por isso uma espécie de ponto da situação, salvaguardando que esta é a minha opinião e não está sujeita a estudos ou sondagens.
Na eleição para a Câmara, entre tantas mulheres, é um homem que está “sobre as brasas”. Carlos Cabrita, do Bloco de Esquerda, tem por estes dias os olhos do concelho em cima. Falando com as pessoas na rua ficamos com a ideia de que a juventude e novidade que trazia a candidata da CDU não foi o “tiro certeiro” que se esperava. Se assim for parece-me que uma eventual vitória de Isabel Soares ou Lisete Romão (que sai beneficiada pelo facto) está nas mãos de Carlos Cabrita. Se apresentar uma candidatura forte e bem estruturada poderá entregar a vitória a Isabel Soares, se chegar a acordo com o PS poderá catapultar Lisete Romão para a presidência. Muitos apostam que a possibilidade, bastante sustentada, de o BE conseguir ultrapassar a CDU em Silves joga a favor de Isabel Soares, uma vez que a estrutura bloquista não resistirá a esse “chamamento”... verdadeiro canto da "sereia". A ver vamos… uma coisa é certa: não queria estar na pele de Carlos Cabrita.
Para a Junta de Freguesia de Messines a “guerra” é outra. O PSD apresentará um forte candidato, com provas dadas no que diz respeito a liderança e a capacidade de trabalho. Com Joaquim Gonçalves o PSD garante muitos dos votos “flutuantes” em disputa e o voto do partido em peso. Parece-me que a abstenção jogará este ano contra o PSD... o que constitui uma novidade interessante.De qualquer forma falamos de uma boa escolha na óptica partidária...
Por seu lado o PS garante os votos de sempre (os tais 30% de votos socialistas) e coloca nas mãos da CDU “a cabeça” de José Vítor. Um candidato forte da CDU praticamente entrega a junta a Joaquim Gonçalves e ao PSD. Vamos ver quem nos trás a CDU para este confronto que se adivinha animado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 18.07.2009 às 03:01

A CDU EM MESSINES QUER GANHAR A JUNTA FAZENDO CONVITES ABSURDOS,NÃO PONHO EM CAUSA AS QUALIDADES DAS PESSOAS,MAS NÁO SE PODE PERDER A NOÇÃO DO SENTIMENTO POLITICO DOS MILITANTES COMUNISTAS . DESTA MANEIRA CORRE O RISCO DE TER SERIAS DIFICULDADES EM FORMAR UMA LISTA...
O CANDIDATO DO PSD É NOVO NESTAS GUERRAS E DEMASIADO IMPULSIVO PARA A GANHAR,QUANDO ACABAR A CAMPANHA IRÁ RESPIRAR DE ALIVIO E ESPERO BEM QUE A MADRINHA O ESTIME...
JOSÉ VITOR NÃO PODE APARECER APENAS PARA DAR CONTINUIDADE AO TRABALHO DESENVOLVIDO PELA JUNTA.DEVERÁ TRAZER UM NOVO PROJECTO E NOVOS ROSTOS.MESSINES MERECE MUITO MAIS QUALIDADE ...
Sem imagem de perfil

De Tânia Mealha a 18.07.2009 às 12:52

Segundo sei os militantes comunistas votam no seu partido e não em pessoas. Votamos na força dinâmica de um colectivo, na sua capacidade de transformadora. Não numa única pessoa, numa equipa. Como os candidatos são escolhidos pelas bases, na pluralidade da discussão que é, neste caso, a CDU com os independentes, os verdes, e o pcp, por certo a escolha é representativa dessa pluralidade. Não há que arranjar obstáculos ou espalhar medos infundados que espelham o desconhecimento do funcionamento da estrutura democrática que é a CDU.
É por a nossa freguesia e o nosso concelho merecerem muito mais que as pessoas devem ponderar como está, se responde às suas reais necessidades, o que querem ver no futuro, que condições, infraestruturas, etc.
Concordo que merecemos muito melhor. Melhor que um executivo de freguesia subserviente ao poder autárquico do executivo da câmara de Silves, que nada faz, que não ausculta a sua população, os seus comerciantes, que não tem em 4 anos qualquer obra feita seja de cariz social, cultural. Apenas uma exposição de notáveis que de notável não tem nada, nem mérito, quando das pessoas que mais fizeram pela freguesia nem sequer foram consideradas, talvez por terem outra cor política?!
Merecemos melhor que uma câmara dos jobs para o voto, cheia de enredos como o caso Viga D'oro, com pessoas que não têm vergonha de em tantos anos nada terem feito para o desenvolvimento do concelho onde vivem. Um Pólis inacabado cujo prazo final já foi. Continuam para executar as obras desse projecto. UMA VERGONHA.
Iludem-se as pessoas que acham que a política nacional não se espelha nos executivos camarários e freguesias. De um PS que governa mal a nível nacional, tornando cada vez mais difícil o dia-a-dia de todos os que trabalham para prover aos seus desejos, sonhos, etc. à nossa junta não há grande diferença em termos políticos. Na prática está à vista o resultado dessa política PS.
Quanto à câmara, quem não se lembra do governo de Manuela Ferreira Leite, das suas opções financeiras, do código do trabalho (contra o qual lutava o PS e depois acabou por ser favorável ao mesmo) desse mesmo PSD, da crise que já então se vivia, e que hoje parece um poço sem fundo do qual a maior parte dos portugueses luta para sair. As derrapagens financeiras parecem mesmo ser sina no PSD, a câmara tem o mesmo problema que tinha o governo, derrapagens, pagamentos tardios aos fornecedores, é a ordem do dia, com a agravante da falência técnica que levou o executivo a fazer um empréstimo de 15 milhões que todos pagamos por causa de má gestão.
Coincidências?! Já está mais que na altura de enfrentar a realidade, "a dura realidade" como me disse hoje um conterrâneo meu. "Menina não diga mais nada que isso é tão duro que uma pessoa já não sabe o que há-de fazer". Ao que respondi "e se não fizermos nada, será mais duro ainda".
Não é por fecharmos os olhos, olhar para o lado, meter a cabeça na areia que os problemas desaparecem. A solução é agir. Mexermo-nos pra sermos parte da solução, porque a nossa opinião e o nosso esforço é que fazem o mundo mudar. Achar que é duro não chega!
Imagem de perfil

De manuelfernandes9 a 19.07.2009 às 00:25

SERÁ QUE AS BASES SABEM METADE DA MISSA?
ISTO SERVE PARA TODOS OS PARTIDOS.
GOSTEI MUITO DO LIRISMO DA SUA EXPOSIÇÃO,E NÃO ME COMPETE A MIM FAZER JULGAMENTOS PERCEPITADOS EM RELAÇÃO AO ULTIMO CONVITE QUE A CDU FEZ PARA SER CABEÇA DE LISTA Á ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE MESSINES.MAS SERÁ QUE COMO MILITANTE DE BASE ESTÁ DEVIDAMENTE INFORMADA?
Sem imagem de perfil

De Tânia Mealha a 19.07.2009 às 12:57

Parece-me a mim que a sua conversa é "show de bola". Como já disse revela profundo desconhecimento. Na minha perspectiva é você o lírico. Tece considerações vagas que dão para servir qualquer ideia de desconfiança. Que parecem ter sentido de questionar, sendo a agenda escondida semear a dúvida ou tirar nabos da púcara.
O melhor será aguardar pra ver quem serão os candidatos, e depois verá se justificava tanta inquietação!

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds