Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...





Imaginem o seguinte cenário nas autárquicas em Silves: O PS, apesar de conseguir mais alguns eleitores que nas últimas autárquicas, perde as eleições para o PSD e a CDU não consegue alcançar os seus objectivos ficando muito aquém do conseguido em 2005… Este é um cenário bem possível, senão mesmo o mais provável.

 

Nesta conjugação de factos iríamos ter “o mesmo” no que diz respeito ao executivo mas a oposição seria bem mais fraca. Como já estou cansado de repetir a oposição neste concelho resume-se ao Dr. Manuel Ramos a “jogar por dentro” e ao Engº Carlos Cabrita e um ou outro blog a “jogar por fora”. Do PS não sai nada. O partido nem comunica com os próprios militantes, quanto mais com o povo! Em cerca de um ano (o tempo em que transferi a minha militância para Silves) apenas recebi uma carta do PS Silves. Em contraponto, e apesar de já nem fazer parte da concelhia, o PS Albufeira envia-me informação todas as semanas. Será que estes senhores não sabem que as bases de um partido, os seus militantes e simpatizantes, são o canal mais importante para passar mensagens e fazer oposição?!
Era este paradigma de desleixo na liderança da concelhia e de incompetência na oposição que parecia estar prestes a mudar nas intenções da Dra. Lisete Romão… Parecia, mas afinal não vai mudar. Vamos ter exactamente as mesmas pessoas a fazer oposição ao “regime”. É claro que o interesse é deixar tudo na mesma e será por isso que muitos dos militantes socialistas deste concelho estão “totalmente por fora” do que se está a passar e optam por manter distância.
Para já parece-me que o voto útil nestas eleições é o voto no BE do Engº Carlos Cabrita. Dali sabemos o que esperar e sabemos que haverá oposição e denuncia... A ver vamos como corre.

Autoria e outros dados (tags, etc)


22 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos a 11.08.2009 às 13:39

Bom dia, este meu comentário não tem nada a ver com o post em si, mas tem muito a ver com um blog que coloca Messines em primeiro lugar. Ora bem, vou relatar uma cena que presenciei num restaurante de Messines onde se come muito bem e onde sou sempre muito bem atendido devido à simpatia, tanto do proprietário como dos funcionários. Estava eu com a minha esposa e o meu filho a almoçar neste dito restaurante no Sábado passado, já nos encontrávamos a iniciar o almoço quando entra um casal ( que pelos tiques e pronúncia, só podem ser de Lisboa ou arredores) sentam-se na mesa ao lado, o proprietário simpaticamente dirige-se a eles e questiona-os sobre o que vão desejar, o senhor do casal pergunta se tem alguma coisa a sair rápido, se tem alguma coisa feita, ao qual o proprietário responde que naquela casa não há nada feito e que é tudo para fazer e que depressa e bem há pouco quem, o senhor do casal volta nos seus modos de Lisboa a questioná-lo sobre o que aconselha e o proprietário responde que aconselha tudo. Bom posto isto dignificaram-se a olhar para o menú e lá escolheram o que iam almoçar. Chega a altura das sobremesas e a senhora do casal interroga o proprietário sobre as sobremesas típicas da região (aqui é que entra a grande piada deste episódio), o proprietário responde que tem o morgado algarvio e diz-lhe a sua composição, disse-lhe mais uns quantos típicos do Algarve e a senhora muito emproada diz-lhe que doces do Algarve pretende comer quando chegar lá abaixo, agora como estava no Alentejo queria um doce alentejano....eheheh o proprietário ri-se na cara dela e diz-lhe que a senhora naquele momento estava no Algarve e que lá em baixo como ela dizia e para onde se dirigia era o Allgarve, e ainda lhe deu uma lição de geografia e de doçaria típica da região do Algarve onde ela efectivamente se encontrava, embora a senhora insistisse que o homem estava errado e que ela estava no Baixo Alentejo. Meus senhores isto foi dito em pleno São Bartolomeu de Messines!!! Naquele momento e para aquele casal Messines deslocou-se para o Baixo Alentejo. Acho que isto refelecte muito a promoção que se faz de Messines e da região do Algarve. Deixou-me a ficar a pensar...

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...