Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...





 

Sobre os comentários ao último post, que pouco ou nada acrescentam ao que foi escrito, tenho a dizer três coisas (já que pegou a moda de enumerar ideias):
1 – Acredito que a liberdade implica também saber “ouvir” (ler neste caso) coisas que consideramos “abomináveis”. Por essa razão não retirarei os comentários (excepto os que utilizem linguagem obscena), mas deixo de aviso que, ao primeiro pedido, facultarei os IP’s e o acesso ao blog às autoridades competentes que tal me solicitem. Não seria a primeira vez em Portugal que um suposto “anónimo” responderia pelos seus comentários.
2 – Está a custar-me um bocado a forma como alguns socialistas estão a lidar com esta questão da “suposta coligação” entre CDU e PSD. Já escrevi que acho que as coisas não serão bem assim… mas, mesmo que fossem “tal e qual” apenas se espera do PS que aceite e julgue os resultados em tempo oportuno e de forma democrática. Esse tempo não é agora, seguramente. Parece-me que, à semelhança da perda de um ente querido, estamos na fase da “negação”. É sabido essa fase nos leva a fazer coisas inexplicáveis, por isso “camaradas” vamos lá passar para a fase da “aceitação” porque essa é que nos vai permitir pensar e agir de forma inteligente.
3 – A CDU foi democraticamente eleita e os seus representantes já foram empossados. É legítimo que a partir de agora tomem as opções que considerem correctas e é normal que essas opções não sejam bem aceites por outras forças políticas. A nós, atentos da política local, cabe-nos observar e, se for caso disso, opinar e influenciar. Para aqueles que “enxergam” na CDU uma “inimiga” e consideram esta estratégia ruinosa deixo uma citação de Napoleão: “Nunca interrompas o teu inimigo quando estiver a cometer um erro.” - (a posteriori rectifico o autor da frase supra-citada, que julgava ser Frederico II, e agardeço ao "próprio profeta" que me chamou a atenção nos comentários e me deu a oportunidade de fazer o reparo. - 27/10/2009)
Posto isto gostaria de terminar apelando à calma e ao bom senso. O respeito é uma coisa muito valiosa e estou certo que muitos dos que se “abespinham” por trás do ecrã do computador até se respeitam no “frente-a-frente”.

Autoria e outros dados (tags, etc)


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Napoleão a 27.10.2009 às 23:19

Lamento, mas a história demonstrou que Napoleão era muito mais inteligente do que Frederico II! Veja-se só as reformas, conhecidas por blocos de granito, que ainda hoje erguem o sistema administrativo e legal francês, para além de ter servido de influência a todos os países de matriz romano-germânica! Na própria guerra, o Frederico II foi comido e humilhado pelo Napoleão em diversas ocasiões! Enfim, faltam homens como o Napoleão, direi mais, falta um Napoleão no concelho de Silves...
Sem imagem de perfil

De Tonny a 28.10.2009 às 00:26

O sistema continental é tão bom que o berlusconi á vinte anos que goza com os juízes, por cá é o que se vê!!! No outro sistema o madof em meia dúzia de meses foi encanado, e até já houve presidentes que foram depostos, os deputados com despesas abusivas vão devolver o dinheiro (lá), porque por cá é só amnistias e ficou tudo com o dinheirinho das falsas ajudas de custo e das famosas viagens em família. Óptimo sistema herdado do Napoleão!!! Deves ser político. Ou Josefina porca!!!
Sem imagem de perfil

De Peter North a 28.10.2009 às 01:48

Tenho uma citação que te deve agradar, óh Napoleão: "Vira-te, eu estou pronto!" - Peter North dixit
Só um ignorante ou um conservador paranoíco pode dizer que Napoleão era mais inteligente que Frederico II da Prússia. Vai a França e tira as tuas ilações! A obra de Frederico foi escrita por ele, a de Napoleão foi escrita sabe-se lá por quem. A Russia, não fossem os sacanas dos comunistas, seria hoje uma potência extraordinária. Já a França, se aplicassem à letra (e aplicam muitas) as asneiras de Bonaparte, seria ingovernável. Aquilo de que falam é a diferença entre um Pensador (Frederico II) e um ditadorzinho da treta (Napoleão).
Sem imagem de perfil

De Chill-out a 28.10.2009 às 09:32

Ó Peter North! A Prussia não tem quase nada a ver com Russia, a não ser ter englobado alguns territórios que hoje pertencem à Russia. Uma pequenissima área, comparada com o tamanho do país. A Prussia Oriental estendia-se, também, por territórios que hoje pertencem à Polónia e à Lituânia. No entanto o país que foi o coração da Prussia foi a Alemanha (a capital do reino da Prussia era Berlim). Este é um país que se encaixava na perfeição no exemplo que pertendeu dar. Mas, mais uma vez, lá os comunistas comeram por tabela. Mesmo sem terem nada a ver com o caso por si descrito!
Esquecendo isso, fica registada a gaffe!
Sem imagem de perfil

De Napoleão a 28.10.2009 às 18:54

Ao Tonny basta-lhe dizer que se Portugal não funciona, não é por causa do Napoleão ou das invasões peninsulares, mas é por causa da mentalidade indolente e da atitude do deixa andar tuga, do viver deixando-se corromper incessantemente, movendo-se num clima de cunhocracia!

Ao Peter North, que confunde Prússia com Rússia, o que é bem demonstrativo do seu back ground intelectual e da sua apetência a mandar postas de pescada para o ar, basto-me com a referência a Austerlitz! Prússia e Rússia em simultâneo, Frederico II e o Czar Alexandre humilhados para sempre nos anais da história...

Sem imagem de perfil

De Tonnyy a 28.10.2009 às 21:37

Caro Napoleão obrigado pelo empurrãozinho que deu no sentido de acabar com o absolutismo e pela criação em Portugal de um regime constitucional. Eu não falei de Portugal, falei de todo o continente europeu que herdou o sistema francês. Obrigado ainda pela Chanfana! Eu não gosto mas dizem que é muito bom.

Comentar post





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...