Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds



A 22 de Novembro de 2005, às 13:06, nascia o Penedo Grande! Não tenho a certeza de quanto pesava ou media mas graças ao registo automático do primeiro post consegui não esquecer a data de nascença.

O espaço, que ultrapassou ontem as 70.000 visitas únicas e caminha para as 200.000 visualizações, andou durante mais de um ano perdido na blogosfera servindo apenas como “depósito” para os textos que escrevia no “Terra Ruiva”. Um dia lembrei-me de o divulgar a alguns amigos e as visitas começaram a surgir.

Com os visitantes vieram também os comentários e o feed-back que me levou a postar mais regularmente. Durante 5 anos o Penedo Grande já publicou 308 posts e recebeu 1789 comentários…

No início os posts reflectiam a “leveza” e a liberdade de se tratar de um espaço desconhecido e pouco importante. Quase sempre o tom era de brincadeira e os assuntos nem sempre eram verdadeiramente importantes. Com o passar do tempo as coisas tornaram-se mais sérias, ao ponto de atribuírem ao blog derrotas eleitorais e instabilidade política em alguns quadrantes. A minha opinião sempre foi a de que se dá a este espaço mais importância do que a merecida… apenas uma minoria esclarecida por aqui passa e desses muito poucos opinam.

 

Na imagem um exemplo das sugestões do Penedo Grande para a campanha PSD nas autárquicas 2006...

 

Certo é que em alguns momentos o espaço “ferve” com o “confronto” de ideias e de ideologias… apenas por uma vez, durante alguns dias, foi necessário deitar “água na fervura” e suspender os comentários livres. Em 5 anos só 3 comentários foram apagados pelo seu conteúdo ofensivo e anónimo.

Para assinalar esta data lanço hoje uma nova imagem (ainda não definitiva) e envio uma mensagem de agradecimento a todos (não vou citar para não me esquecer de ninguém) que visitam, comentam e linkam este espaço. Espero continuar por mais anos a participar na construção de opinião neste concelho e a merecer a visita de todos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De CIDADANIA a 23.11.2010 às 20:45

A tarefa do Penedo Grande e do seu criador Paulo Silva insere-se, em nosso entender, num contributo inestimável para a criação de uma opinião pública no concelho.

Quem nos conhece sabe ser nossa profunda convicção de que só uma opinião pública informada pode promover a edificação de uma sociedade melhor, diremos mesmo se tomarmos como ponto de partida a sociedade que temos, uma sociedade muito melhor!

De facto uma opinião pública esclarecida tenderá a deixar de atender ao folclore eleitoral e a exigir programas eleitorais e mandatários capazes cuja acção concreta fiscalizará com outra exigência e competência.

Com o devido respeito àqueles que o possam fazer sem nosso conhecimento, são já os blogues da iniciativa da sociedade civil do concelho, como o Penedo Grande, que antecipam virtualmente esses cidadãos do futuro!

E com resultados no condicionamento do comportamento da classe politica concelhia bem menos modestos que aqueles que o Paulo Silva refere neste post.

Sobretudo pelo contributo do Penedo Grande para esse elevado objectivo, aqui deixamos uma sincero obrigado pelos cinco anos percorridos nesse caminho.

Pela iniciativa, qualidade, consistência e persistência do cidadão que participa gostaríamos de deixar o aplauso e a justa homenagem !

J.J.J.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





Comentários recentes

  • Anónimo

    Tem o PDF do livro?

  • Anónimo

    mais um profeta da desgraça

  • António Duarte

    Para Marinho Pinto chegar a uns 15% não precisará ...

  • António Duarte

    Fico satisfeito por ver que o rapaz ainda está viv...

  • Raposo

    O que eu gostei mais da entrevista foi de saber a ...



subscrever feeds